18062021Sex
AtualizadoQui, 17 Jun 2021 6pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Tratamento cirúrgico do câncer gastrointestinal

Nota11_Diversas_Livro_Tratamento_Cir__rgico_C__ncer_Gastrointestinal_OK.jpgDesenvolvido para servir como um guia para consultas rápidas e atualizadas para médicos da área da oncologia gastrointestinal e de retroperitônio, o livro “Tratamento Cirúrgico do Câncer Gastrointestinal”, dos oncologistas Leonaldson dos Santos Castro e José Humberto Correia, do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), traz uma abordagem multidisciplinar completa do câncer do sistema digestivo e principais técnicas cirúrgicas. 

O livro ainda traz dados epidemiológicos e conceitos modernos sobre biologia molecular, fatores de risco e possibilidades de prevenção, além de métodos diagnósticos e terapêuticos para as diferentes neoplasias e suas fases evolutivas. O livro traz ainda uma parte dedicada a algoritmos de tratamento, o que facilita o acesso rápido às informações, e vem acompanhado de um CD_ROM com exemplos reais de cirurgias realizadas pelos autores.

Em sua 2ª edição, foram atualizados as ferramentas de diagnóstico, o sistema TNM de estadiamento e o tratamento, além de controvérsias e novos capítulos sobre videocirurgia.

Ficha técnica
Tratamento cirúrgico do câncer gastrointestinal – 2012, 2ª edição

Autores: Leonaldson dos Santos Catro e José Humberto Correia
Editora: DI Livros Editora
ISBN: 858053027X


Publicidade
NEXT FRONTIERS 2021
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250

Estudos Clínicos

Qualidade de vida após o câncer de mama, desafios e perspectivas 

Qualidade de vida após o câncer de mama, desafios e perspectivas 

Thiago Vidal Brito (foto), médico do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC - São Camilo Oncologia ), é o investigador principal de estudo aberto a recrutamento de pacientes, com o objetivo de avaliar a qualidade de vida de mulheres que sobreviveram ao câncer de mama. O estudo espera identificar possíveis repercussões da doença e de seus tratamentos à qualidade de vida após 1 ano (12 meses) e 2 anos (24 meses) do tratamento primário.

Leia Mais

Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519