20052019Seg
AtualizadoDom, 19 Mai 2019 10pm

banner_freud_adv_468x60.jpg

ASCO GU 2019

Análise de subgrupo do estudo JAVELIN Renal 101

toni choueiri bx 2No estudo JAVELIN Renal 101 (em andamento), a sobrevida livre de progressão e a taxa de resposta objetiva foram maiores com avelumabe + axitinibe vs sunitinibe em pacientes com carcinoma de células renais avançado sem tratamento prévio. No ASCO GU 2019, o oncologista Toni Choueiri apresentou os resultados de uma análise de vários subgrupos.

Os pacientes foram randomizados 1: 1 para receber avelumabe (10 mg/kg) IV a cada 2 semanas + axitinibe (5 mg via oral) duas vezes ao dia ou sunitibe (50 mg) via oral uma vez ao dia por 4 semanas (ciclos de 6 semanas). Os endpoints primário e secundários foram sobrevida livre de progressão por comitê de revisão independente (IRC; RECIST v1.1) e sobrevida global em pacientes com tumores PD-L1 + (≥1% das células imunes) e em pacientes independentemente da expressão de PD-L1.

Resultados

Um total de 886 pacientes foram randomizados; 560 (63%) tinham tumores PD-L1 +. No cut off de dados (junho de 2018), o acompanhamento médio foi de 12 vs 11,5 meses para os grupos avelumabe + axitinibe vs sunitinibe. Os dados de sobrevida livre de progressão e taxa de resposta objetiva pelos grupos de risco MSKCC e IMDC (F, favorável; I, intermediário; P, baixo) e subgrupo PD-L1 estão na tabela. Resultados semelhantes para o risco prognóstico foram observados em pacientes com tumores PD-L1+.

“No carcinoma de células renais avançado, avelumabe + axitinibe demonstrou benefício de sobrevida global e resposta objetiva em todos os grupos de risco prognóstico e subgrupos PD-L1 vs sunitinibe”, concluíram os autores.

 

A + Ax (n=442)

S (n=444)

 

n (%)

Median PFS 

ORR 

n (%)

Median PFS 

ORR 

   

(95% CI), mo

(95% CI), %

 

(95% CI), mo

(95% CI), %

MSKCC risk

           

F

96 (22)

NE (12.6-NE)

66 (55.2-75.0)

100 (23)

16.7 (11.1-18.6)

38 (28.5-48.3)

I

283 (64)

13.3 (8.5-NE)

50 (43.5-55.5)

293 (66)

7.9 (6.7-9.8)

24 (19.4-29.6)

P

51 (12)

5.6 (2.6-11.2)

31 (19.1-45.9)

45 (10)

2.8 (1.5-2.9)

9 (2.5-21.2)

IMDC risk

           

F

94 (21)

NE (16.1-NE)

68 (57.7-77.3)

96 (22)

13.8 (11.1-18.6)

38 (27.8-48.0)

I

271 (61)

13.8 (9.7-NE)

51 (45.2-57.4)

276 (62)

8.4 (7.0-11.2)

25 (20.3-30.9)

P

72 (16)

6.0 (3.6, 8.7)

31 (20.2-42.5)

71 (16)

2.9 (2.7-5.5)

11 (5.0-21.0)

PD-L1 status

           

+

270 (61)

13.8 (11.1-NE)

55 (49.0-61.2)

290 (65)

7.2 (5.7-9.7)

26 (20.6-30.9)

132 (30)

16.1 (9.7-NE)

47 (38.2-55.8)

120 (27)

11.1 (6.9-17.3)

28 (20.5-37.3)

Unknown

40 (9)

9.9 (7.1-NE)

40 (24.9-56.7)

34 (8)

8.4 (4.3-NE)

18 (6.8-34.5)

NE, not estimable

Referência: Subgroup analysis from JAVELIN Renal 101: Outcomes for avelumab plus axitinib (A + Ax) versus sunitinib (S) in advanced renal cell carcinoma (aRCC). - J Clin Oncol 37, 2019 (suppl 7S; abstr 544) - Toni Choueiri et al - J Clin Oncol 37, 2019 (supl. 7S; resumo 544)

Publicidade
300x250 ad onconews200519
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner teva inst 300x250