17062019Seg
AtualizadoDom, 16 Jun 2019 10pm

PUBLICIDADE
topbanner novartis2019 468x60

ASCO 2019

Margetuximab: anti-HER2 é nova promessa

hope rugo bxUm novo anti-HER2 concentrou as atenções na ASCO 2019, pelo potencial de impactar a prática clínica. O anticorpo margetuximab (M) mostrou ganho de sobrevida livre de progressão na comparação com trastuzumabe (T) em pacientes com câncer de mama metastático HER2+. Os dados são do estudo SOPHIA, apresentados pela oncologista Hope Rugo (foto) na terça-feira, 4 de junho, na Sessão Oral de Câncer de Mama Metastático.

Foto: University of California San Francisco

Neste estudo randomizado Fase III, aberto, foram inscritos pacientes com câncer de mama metastático HER2+ após tratamento com pertuzumabe e exposição prévia a até 3 linhas de tratamento anti-HER2+ no cenário metastático. Os pacientes foram randomizados 1: 1 para margetuximabe (15 mg/kg IV q3w + C) ou trastuzumabe (6 [8 para dose de carga] mg/kg IV q3w + C) Os endpoints primários foram sobrevida livre de progressão (SLP) por revisão central e sobrevida global (SG). O endpoint secundário foi taxa de resposta objetiva (ORR).

Resultados

A análise de intenção de tratamento (536 pts: M 266; T 270) ocorreu após 265 eventos de SLP. Os resultados mostram maior SLP com M sobre T (mediana de 5,8 vs 4,9 meses, HR=0,76, IC 95%, 0,59-0,98, P = 0,033). Os efeitos do tratamento foram mais pronunciados em pacientes com genótipos CD16A contendo um alelo 158F (SLP mediana de 6,9 vs 5,1 meses, HR= 0,68, IC 95%, 0,52-0,90, P = 0,005). Em 524 pacientes com doença mensurável (M 262; T 262), a ORR foi maior com M (22%; 95% CI, 17,3-27,7%) vs T (16%; IC 95% 11,8-21,0%).

Os perfis de segurança foram comparáveis. Eventos adversos Grau ≥3 e EAs graves ocorreram em 138 (52%) e 39 (15%) vs 128 (48%) e 46 (17%) pacientes em M vs T, respectivamente.

Em conclusão, o anticorpo margetuximab em combinação com quimioterapia melhora a sobrevida livre de progressão no câncer de mama metastático HER2+ previamente tratados, com segurança comparável. A genotipagem de CD16A sugere benefício diferencial em pacientes com alelo 158F. Os dados de sobrevida global não estão maduros.

Informação do estudo na Clinical Trials.gov: NCT02492711

Referência: Abstract 1000: SOPHIA primary analysis: A phase 3 (P3) study of margetuximab (M) + chemotherapy (C) versus trastuzumab (T) + C in patients (pts) with HER2+ metastatic (met) breast cancer (MBC) after prior anti-HER2 therapies (Tx). - Hope S. Rugo et al - J Clin Oncol 37, 2019 (suppl; abstr 1000)

 

Publicidade
300x250 ad onconews200519
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner teva inst 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner ibcc2019 300x250