24082019Sáb
AtualizadoSex, 23 Ago 2019 1pm

PUBLICIDADE
topbanner novartis2019 468x60

ASCO 2019

MONALEESA-7: análise de expressão gênica é tema de Poster Discussion na ASCO 2019

BALANCO MAMA bxO estudo multicêntrico MONALEESA-7, que tem a participação do oncologista Fabio André Franke, do Hospital de Caridade de Ijuí, demonstrou que a adição de ribociclibe (Kisqali®, Novartis) a um inibidor da aromatase não esteroide (NSAI) ou tamoxifeno (TAM) + goserrelina (GOS) prolongou significativamente a sobrevida livre de progressão em mulheres com câncer de mama avançado receptor hormonal positivo, HER2 negativo (HR= 0,55; Tripathy D, et al Lancet Oncol. 2018). Na ASCO 2019, o estudo apresenta os resultados de expressão gênica, em Poster Discussion no domingo, 2 de junho.

Foram selecionadas pacientes na pré-menopausa com câncer de mama avançado HR + / HER2-para receber ribociclibe ou placebo (PBO) + GOS com NSAI (letrozol ou anastrozol) ou TAM. Amostras tumorais de 360 ​​de 672 pacientes por intenção de tratar (ITT) foram avaliadas no baseline para testes de expressão gênica (RIB n = 185; PBO n = 175), usando um painel customizado (NanoString nCounter® GX 800-genes).

Os subgrupos de pacientes foram classificados de acordo com o status de expressão de mRNA (baixa ou alta).

Resultados

Nesta análise, foi observada tendência para benefício de SLP mais pronunciado com ribociclibe em pacientes com alta vs baixa expressão de CCND1 (HR 0,38 vs 0,67, respectivamente), IGF1R (HR 0,33 vs 0,77) e ERBB3 (HR 0,33 vs 0,76). O benefício de SLP observado com ribociclibe também tendeu a ser maior em pacientes com baixa vs alta expressão de CCNE1 (HR 0,38 vs 0,65, respectivamente) e MYC (HR 0,37 vs 0,69). O benefício de SLP foi semelhante em pacientes com alta vs baixa expressão de FGFR1 (HR 0,45 vs 0,61, respectivamente), ESR1 (HR 0,57 vs 0,57) e genes de proliferação tumoral, como MKI67 (HR 0,50 vs 0,51).

“Esta é a primeira análise de expressão gênica de um grande conjunto de pacientes na pré-menopausa com câncer de mama avançado”, descrevem os autores. “O benefício com ribociclibe foi geralmente consistente entre diferentes subgrupos de expressão gênica, embora a magnitude tenha variado. Esta análise sugere que pode haver mecanismos únicos de resistência aos inibidores de ciclinas (CDK4 / 6) nessa população”, concluem os autores.

Informações do estudo clínico na plataforma Clinical Trials: NCT02278120

Referência: Abstract 1018: In-depth gene expression analysis of premenopausal patients with HR+/HER2− advanced breast cancer (ABC) treated with ribociclib-containing therapy in the Phase III MONALEESA-7 trial. - Yen-Shen Lu et al - J Clin Oncol 37, 2019 (suppl; abstr 1018)

 

Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner teva inst 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner ibcc2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519