18042024Qui
AtualizadoQua, 17 Abr 2024 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

 

ASCO GU 2024

Questionário de qualidade de vida relacionada à saúde centrada no paciente com CCRm

cristiane bergerot oficial bxSelecionado como Rapid Oral Abstract no ASCO GU 2024, estudo propôs desenvolver um questionário de qualidade de vida relacionada à saúde para pacientes com câncer de células renais metastático (CCRm). O estudo foi conduzido em três fases, incluindo a participação de pacientes, a expertise de especialistas e o engajamento de um grupo de patient advocates. A psico-oncologista Cristiane Decat Bergerot (foto), do Grupo Oncoclínicas (Brasília), é primeira autora do trabalho.

“Apesar de muitos ensaios clínicos em câncer renal incluírem a avaliação da qualidade de vida como um objetivo exploratório, os resultados frequentemente permanecem desafiadores de serem explicados e aplicados na prática clínica. Além disso, alguns questionários foram desenvolvidos há mais de 30 anos, um período em que os tratamentos disponíveis eram significativamente diferentes. Existe, portanto, uma demanda real para simplificar a avaliação da qualidade de vida, concentrando-se no que é verdadeiramente relevante para nossos pacientes. Nossos estudos anteriores (Bergerot et al. Oncologist 2023; Bergerot et al. J Clin Oncol 2023) demonstraram que apenas uma pequena porcentagem dos itens que compõem os questionários FKSI-19, EORTC QLQ-C30 e EQ-5D é considerada relevante para os pacientes”, destacaram os autores.

Na Fase 1 do estudo, 117 pacientes com CCRm (83 homens; 34 mulheres, mediana de 64 anos de idade) dos EUA, Europa e Brasil participaram de um survey para avaliar a relevância de itens dos questionários FKSI-19, EORTC QLQ-C30, EQ-5D. Nesta coorte, 88% dos pacientes apresentavam histologia de células claras e 35%, 30% e 19% receberam apenas imunoterapia, terapia-alvo isolada ou terapia combinada, respectivamente. As perguntas identificadas como relevantes (com base em consenso ≥66%) foram selecionadas para inclusão em um survey preliminar.

A Fase 2 envolveu um painel de 11 especialistas que revisaram e refinaram rigorosamente as perguntas da pesquisa. Na Fase 3, a versão preliminar foi apresentada a 8 patient advocates (5:3 mulheres:homens; 6:2 pacientes:cuidadores) para garantir o alinhamento com as necessidades e experiências dos pacientes.

Resultados

A análise da Fase 1 identificou 15 itens relevantes. Os pacientes solicitaram a inclusão de uma pergunta sobre questões sociais/familiares e outra sobre sintomas emocionais. Quatro questões com conteúdo semelhante foram excluídas, quatro foram reescritas e duas foram incluídas com base nas sugestões dos pacientes. Esta versão com 12 itens foi avaliada por um grupo de patient advocates, os quais concordaram com a exclusão das questões, não sugeriram novas e forneceram feedback, recomendando pequenas edições em 3 questões.

“Essa inovadora abordagem, com potencial para substituir medidas tradicionais de Qualidade de Vida Relacionada à Saúde, será validada em dois estudos: PRISM e CARE-1, assegurando a sua aplicabilidade na prática clínica”, concluíram os autores.

O estudo é financiado pela Kidney Cancer Association.

Referência: Development of a patient-centered health-related quality of life (HRQOL) measure for metastatic renal cell carcinoma (mRCC): A three-phase study. J Clin Oncol 42, 2024 (suppl 4; abstr 365). DOI.10.1200/JCO.2024.42.4_suppl.365

 

 

Publicidade
ABBVIE
Publicidade
ASTRAZENECA
Publicidade
SANOFI
Publicidade
ASTELLAS
Publicidade
NOVARTIS
banner_assine_300x75.jpg
Publicidade
300x250 ad onconews200519