30062022Qui
AtualizadoQua, 29 Jun 2022 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

2022

Docetaxel como radiossensibilizador no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço localmente avançado

aline 22A adição de docetaxel à radioterapia melhorou a sobrevida livre de doença e a sobrevida global no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço localmente avançado (LAHNSCC, da sigla em inglês), em pacientes inelegíveis para cisplatina e representa uma nova opção de tratamento. É o que aponta estudo randomizado de Fase 3 que explorou docetaxel como radiossensibilizador nessa população de pacientes. Aline Chaves (foto), presidente do Grupo Brasileiro de Câncer de Cabeça e Pescoço e diretora do Grupo DOM Oncologia, comenta os resultados.

Neste estudo randomizado, realizado por pesquisadores do Tata Memorial Centre, foram considerados pacientes adultos com LAHNSCC elegíveis para quimiorradiação radical ou adjuvante, com bom status de desempenho (ECOG PS 0-2), inelegíveis para cisplatina (critérios de Ahn et al).

Os pacientes foram randomizados 1:1 para receber radioterapia isolada ou com docetaxel concomitante 15 mg/m2 semanalmente por um máximo de 7 ciclos. Os eventos adversos foram registrados de acordo com o CTCAE versão 4.03. Os questionários FACT-G e H e N (versão 4) foram autoadministrados no início do estudo e posteriormente aos 6 meses, 12 meses e 24 meses. O endpoint primário foi a sobrevida livre de doença (SLD) e os principais endpoints secundários foram sobrevida global (SG), eventos adversos e qualidade de vida (inquéritos TOI e FACT-G). 

Resultados

O estudo recrutou 356 pacientes, randomizados para RT isoladamente (N=176) ou combinada a docetaxel (N=180).

Os autores descrevem que a sobrevida livre de doença em 2 anos foi de 30,3% (IC 95% 23,6-37,4) versus 42% (IC 95% 34,6-49,2) nos braços de RT e docetaxel-RT, respectivamente (razão de risco - 0,673; IC 95% 0,521-0,868; P -valor=0,002).

A sobrevida global mediana (SG) foi de 15,3 meses (95% CI 13,1-22) no braço RT e de 25,5 meses (95% CI 17,6-32,5) no braço docetaxel-RT. (Valor P de classificação log = 0,035). A SG em 2 anos foi de 41,7% (IC 95% 34,1-49,1) versus 50,8% (IC 95% 43,1-58,1) nos braços RT e docetaxel-RT, respectivamente (Hazard ratio-0,747; IC 95% 0,569-0,98; P -valor=0,035).

Em relação ao perfil de segurança, eventos adversos de grau 3 ou superior foram observados em 102 pacientes (58%) em RT e em 146 (81,6%) no braço de docetaxel-RT, respectivamente (valor P = 0,000). Houve maior incidência de mucosite grau 3 e superior (22,2% versus 49,7%; P<0,001), odinofagia (33,5% versus 52,5%; P<0,001) e disfagia (33% versus 49,7%; P<0,002) com a adição de docetaxel. A adição de docetaxel não piorou os escores TOI e FACT-G em 6 meses.

Em conclusão, os resultados mostram que a adição de docetaxel à radioterapia melhorou a sobrevida livre de doença e a sobrevida global em LAHNSCC inelegíveis para cisplatina e representa uma nova opção de tratamento.

A oncologista Aline Chaves, do Grupo Brasileiro de Câncer de Cabeça e Pescoço, lembra que a abordagem de pacientes inelegíveis a cisplatina persiste como um desafio. “Atualmente temos dois estudos que nos ajudam a conduzir estes pacientes (apesar de não terem sido desenhados para pacientes inelegíveis a cisplatina) – o GORTEC (comparando radioterapia isolada versus radio concomitante a carboplatina e fluorouracil) e o Bonner trial (comparando radioterapia isolada versus radio concomitante a cetuximabe). Este estudo apresentada no ASCO mostrando a superioridade de docetaxel semanal concomitante a radioterapia comparado a radioterapia isolada é uma nova opção terapêutica com resultados positivos e com menor custo – importante em cenários com limitação de acesso a cetuximabe”, analisa.

Informações sobre este ensaio clínico: CTRI/2017/05/008700. 

Referência: Results of phase 3 randomized trial for use of docetaxel as a radiosensitizer in patients with head and neck cancer unsuitable for cisplatin-based chemoradiation.
First Author: Vijay Maruti Patil, MD, MBBS
Meeting: 2022 ASCO Annual Meeting
Session Type: Oral Abstract Session
Session Title: Head and Neck Cancer
Track: Head and Neck Cancer
Subtrack: Local-Regional
Abstract #: LBA6003
Clinical Trial Registry Number: NCT02819596
Citation: J Clin Oncol 40, 2022 (suppl 17; abstr LBA4503)
DOI: 10.1200/JCO.2022.40.17_suppl.LBA6003

 

Publicidade
Publicidade
KITE PHARMA
Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
FARMAUSA
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519