23092021Qui
AtualizadoQua, 22 Set 2021 10pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Coberturas Especiais

Imunoterapia no câncer de células renais metastático

Rafael Brandao_fev 2017.jpgO oncologista Raphael Brandão (foto), coordenador científico do Grupo Oncoclínicas e membro do corpo clínico do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e do Centro Paulista de Oncologia (CPO), é um dos autores de estudo apresentado na ASCO 2017, que teve o objetivo de caracterizar os resultados da imunoterapia com inibidores de checkpoint em pacientes com câncer de células renais metastático (mRCC), incluindo a população geriátrica.

{jathumbnail off}Uma análise retrospectiva foi realizada em pacientes com mRCC tratados com inibidores de checkpoint, conforme descrito no quadro abaixo. Os pacientes receberam uma ou mais linhas de imunoterapia, com ou sem adição de droga-alvo.

A duração do tratamento (DOT) e as taxas de resposta global (ORR) foram calculadas. A análise de regressão de Cox foi realizada para examinar a associação entre a idade como variável contínua e DOT.
 
Resultados
 
Foram incluídos 312 pacientes com mRCC tratados com imunoterapia. Em pacientes que foram avaliáveis, a ­­ORR foi de 29% (32% na primeira linha, 22% na segunda, 33% na terceira e 32% na quarta linha de tratamento). Os pacientes tratados com imunoterapia em segunda linha foram divididos em grupos de risco favoráveis, intermediários e pobres, a partir de critérios de IMDC. As taxas médias de DOT correspondentes não foram atingidas (NR) entre pacientes com riscos favoráveis e foram de 8,6 meses e 1,9 meses, respectivamente (p <0,0001) para a população de risco intermediário e pobre. Com base na idade, os índices de risco foram calculados, variando de 1,03 a 0,97.
 
Em conclusão, a ORR para imunoterapia parece permanecer consistente, independentemente da linha de tratamento. Na segunda linha, os critérios da IMDC parecem estratificar adequadamente os pacientes em grupos de risco favoráveis, intermediários e pobres para DOT. Em contraste com os dados dos ensaios clínicos, observa-se DOT mais longo na prática do mundo real. A idade pode não ser um fator que influencia a duração do tratamento.

tabela_Raphael.jpg
 
Poster Board: #258 • Abstract  4580  
Checkpoint inhibitors in metastatic renal cell carcinoma patients including elderly subgroups: Results from the International Metastatic Renal Cell Carcinoma Database Consortium (IMDC)
Steven Yip, MD, MSc - First Author
University of Calgary

Leia mais: KAMILLA: TDM-1 no câncer de mama HER2

 
Oncogenética no câncer de ovário platino-resistente
 
Variações regionais e sobrevida global no câncer renal
 
Imuno-oncologia: custo e acesso no Brasil
 
Estudo mostra ganho de sobrevida no câncer de cabeça e pescoço
 
Genes de suscetibilidade ao câncer de mama
 
Presença brasileira na ASCO 2017
 
Prevenção e gestão do câncer: um desafio global
 
Presença brasileira na ASCO
 
ASCO 2017

 
 


 

 
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519