12062021Sáb
AtualizadoQui, 10 Jun 2021 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

SGO 2021

Combinação mostra benefício de sobrevida no câncer endometrial avançado

vicky makker bxEstudo de Fase III que avaliou a combinação de lenvatinibe (LEN) + pembrolizumabe (pembro) no câncer endometrial avançado foi um dos destaques do encontro anual da Sociedade de Ginecologia Oncológica (SGO 2021), em apresentação de Vicky Makker (foto), oncologista do Memorial Sloan Kettering Cancer Center. O estudo atingiu seus principais endpoints e LEN + pembro demonstrou benefício clínico e estatisticamente significativo de sobrevida livre de progressão (7,2 versus 3,8 meses; HR= 0.56, P < .0001) e sobrevida global (18,3meses vs 11,4 meses; HR = 0.63, P < .0001) em toda a população avaliada.

Estudos de fase Ib / II sugeriram que LEN + pembro tem eficácia em pacientes com carcinoma endometrial avançado expostos a tratamento anterior. Agora, os pesquisadores descrevem os resultados de estudo de Fase III com LEN + pembro versus tratamento de escolha do médico após terapia à base de platina em pacientes com câncer endometrial avançado.

As pacientes foram randomizadas (1: 1) para receber LEN 20 mg por via oral QD + pembro 200 mg IV Q3W ou tratamento de escolha do médico (doxorrubicina a 60 mg / m2 IV Q3W ou paclitaxel a 80 mg / m2 IV QW [3 semanas; 1 semana de pausa]). Foram elegíveis pacientes com câncer endometrial avançado previamente tratadas com 1 regime anterior de quimioterapia à base de platina ou até 2 regimes anteriores à base de platina, se administrados no cenário neoadjuvante / adjuvante.

A randomização foi estratificada pelo status de proficiência ou deficiência de reparo do DNA (MMR) determinado por comitê central. As pacientes também foram estratificadas por status performance ECOG, localização geográfica e radioterapia pélvica prévia. Os principais endpoints foram sobrevida livre de progressão (SLP) e sobrevida global (SG) por revisão central independente cega (RECIST v1.1). Endpoints secundários incluíram taxa de resposta objetiva (ORR) e segurança.

Resultados

Um total de 827 pacientes (pMMR, n = 697; dMMR, n = 130) recebeu LEN + pembro (n = 411) ou tratamento de escolha do médico (n = 416). O seguimento mediano foi de 12,2 meses para pacientes no braço LEN + pembro e de 10,7 meses para o grupo no tratamento de escolha do médico (corte de dados em 26 de outubro de 2020).

A SLP foi significativamente superior com LEN + pembro em pMMR  (mediana 6,6 vs 3,8 meses; HR 0,60) e em toda a população avaliada (mediana 7,2 vs 3,8 meses; HR 0,56). A SG foi significativamente mais longa com LEN + pembro na população pMMR, com mediana de 17,4 vs 12,0 meses (HR 0,68) e em todos os pacientes do estudo, com mediana de 18,3 vs 11,4 meses. A taxa de resposta objetiva (ORR) foi significativa no braço de intervenção em pMMR (30,3% vs 15,1%) e em toda a população do estudo (31,9% vs 14,7%). A taxa de resposta completa foi observada em 6,6% e 2,6% dos pacientes, com benefício de LEN+pembro (P < .0001) e a mediana de duração de resposta foi de 14,4 meses vs 5,7 meses. A duração média do tratamento foi de 231 dias com LEN + pembro e de 104,5 dias com o tratamento de escolha do médico.

Em relação ao perfil de segurança, eventos adversos de qualquer grau (TEAEs) ocorreram em taxas semelhantes entre os dois braços de análise. Eventos de Grau ≥3 foram relatados em 89% dos pacientes com LEN + pembro e em 73% dos pacientes do tratamento de escolha do médico. No braço LEN + pembro, 30,8% dos pacientes descontinuaram LEN, 18,7% descontinuaram pembro e 14,0% descontinuaram ambos devido à toxicidade; os eventos adversos mais relatados foram hipertensão (64%), hipotireoidismo (57%), diarreia (54%) e náuseas (50%).

Em conclusão, os resultados apresentados por Vicky Makker no SGO 2021 indicam que a combinação LEN + pembro demonstrou benefício clínico e estatisticamente significativo, com melhor SLP, SG e ORR comparado ao tratamento de escolha do médico, independentemente do status MMR. O perfil de segurança de LEN + pembro foi gerenciável e consistente com dados já relatados anteriormente.

Referência: Abstract ID: 11512 Title: A multicenter, open-label, randomized, phase III study to compare the efficacy and safety of lenvatinib in combination with pembrolizumab versus treatment of physician's choice in patients with advanced endometrial cancer Presenting Author: Vicky Makker, MD
Publicidade
NEXT FRONTIERS 2021
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519