27062022Seg
AtualizadoSex, 24 Jun 2022 3am

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

ASCO GU 2021

Imunoterapia com OncoTherad associado ao PRP no câncer de bexiga não músculo invasivo

bianca unicamp bxEstudo brasileiro selecionado para a Poster Session no ASCO GU 2021 demonstrou que o tratamento intravesical com OncoTherad associado ao Plasma Rico em Plaquetas (PRP) promoveu inibição significativa da progressão tumoral no tratamento do câncer de bexiga não músculo invasivo induzido quimicamente em camundongos. A bióloga Bianca Ribeiro de Souza Sasaki (foto), do Laboratório de Carcinogênese e Urogenital e Imunoterapia da UNICAMP, é a primeira autora do trabalho.

Terapias intravesicais eficazes para o câncer de bexiga não músculo invasivo (CBNMI) após falha do Bacilo Calmette-Guérin (BCG) ainda são escassas. O OncoTherad é um complexo nanoestruturado de fosfato inorgânico associado a uma proteína glicosídica desenvolvido pelos pesquisadores da Universidade de Campinas (UNICAMP) Wagner José Fávaro e Nelson Durán, que desencadeia atividades imunomoduladoras e antitumorais. Estudos anteriores do grupo demonstraram que o Plasma Rico em Plaquetas (PRP) atua na ativação imunológica e exerce efeitos antitumorais.

O trabalho buscou caracterizar os efeitos do OncoTherad associado ao Plasma Rico em Plaquetas (PRP) no tratamento do câncer de bexiga não músculo invasivo induzido quimicamente em camundongos, bem como a modulação promovida na via de sinalização dos receptores Toll-like (TLRs).

No estudo, quarenta e dois camundongos C57BL/6J foram divididos em grupos controle; câncer (carcinógeno N-etil-N-nitrosureia, 50 mg/ml); PRP (0,1 ml); OncoTherad (20 mg / ml); OncoTherad + PRP 10 mg / ml e OncoTherad + PRP 20 mg / ml. As doses intravesicais (0,1 ml) foram instiladas uma vez por semana durante 6 semanas após a indução.

A indução de câncer de bexiga não músculo invasivo reduziu (p <0,05) o peso corporal, embora após os tratamentos o peso corporal tenha sido recuperado de forma semelhante aos camundongos saudáveis. Os tratamentos não alteraram significativamente os padrões bioquímicos da urina e o consumo de ração e água. Não houve toxicidade aguda ou lesão renal, e a presença de hidroureter foi variável. As bexigas urinárias de camundongos tratados com Oncotherad, associado ou não ao PRP, apresentaram hiperemia associada ao quadro inflamatório.

O espessamento da parede da bexiga urinária no grupo de câncer foi mais evidente em comparação com os grupos tratados, nos quais havia bexigas sem espessamento ou lesões macroscópicas. O carcinoma plano in situ (pTis) estava presente em 100% dos camundongos do grupo câncer e a intensidade das imunorreatividades para TLR2, IL-6, TLR4 e IRF-3 foi significativamente mais fraca em comparação com o grupo controle, indicando supressão do sistema imunológico no microambiente tumoral.

Quando tratados por via intravesical apenas com PRP, os camundongos mostraram 28,6% de taxa de inibição da progressão tumoral; com OncoTherad 85,7% e com OncoTherad + PRP 10 mg/ml ou 20 mg/ml 71,4%.

Os tratamentos intravesicais levaram à ativação distinta do sistema imune inato mediado por TLRs 2 e 4 nas vias de sinalização de citocinas (dependente de MyD88) e interferons (dependente de TRIF). O tratamento combinado do OncoTherad + PRP aumentou (p <0,05) a porcentagem de células uroteliais TLR4 positivas e a intensidade de imunorreação para TLR4 em comparação com os tratamentos isolados e as imunorreatividades de NF-kB, IL-6, TLR4, IRF-3, e IFN-γ em comparação com o grupo de câncer. 

Os resultados demonstraram que o tratamento intravesical com OncoTherad associado ao PRP promoveu inibição significativa da progressão tumoral, possivelmente devido à atividade imunomoduladora envolvendo a via TLR. “Essa associação pode constituir uma nova estratégia terapêutica para pacientes com câncer de bexiga não músculo invasivo refratário”, concluíram os autores.

O estudo foi financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Referência: Abstract #461 - A potential new therapeutic option for the treatment of nonmuscle invasive bladder cancer: Combination of intravesical oncotherad immunotherapy and platelet rich plasma (PRP). - Bianca Ribeiro de Souza Sasaki - J Clin Oncol 39, 2021 (suppl 6; abstr 461) - DOI: 10.1200/JCO.2021.39.6_suppl.461

 

Publicidade
Publicidade
KITE PHARMA
Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
FARMAUSA
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519