16012022Dom
AtualizadoQui, 13 Jan 2022 6pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

SABCS 2021: Principais estudos em cirurgia

Silvio Bromberg (foto), mastologista do Hospital Israelita Albert Einstein e da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, analisa os principais estudos com foco no tratamento cirúrgico do câncer de mama apresentados no SABCS 2021. O estudo multicêntrico randomizado Sinodar One, que avalia a preservação dos linfonodos axilares em comparação com a dissecção completa em pacientes com câncer de mama T1-T2 apresentando 1-2 linfonodos sentinela metastáticos, é um dos destaques. Ouça no PODCAST ONCONEWS.


DESTINY-Breast11: nova pesquisa com trastuzumabe deruxtecana no câncer de mama

cáncer de mama 2021 bxNo estudo de Fase 2 DESTINY-Breast01, a monoterapia com trastuzumabe deruxtecana (T-DXd) demonstrou eficácia, com taxa de resposta objetiva de 61,4% (resposta completa, 6,5%), tempo médio para resposta de 1,6 meses e sobrevida livre de progressão mediana de 19,4 meses em pacientes com câncer de mama HER2-positivo não ressecável / metastático. Agora, ensaio de Fase 3 (DESTINY-Breast11) avalia a eficácia, segurança e tolerabilidade da monoterapia T-DXd ou T-DXd seguido por paclitaxel + trastuzumabe + pertuzumabe (THP) versus doxorrubicina em dose densa + ciclofosfamida seguido por THP (ddAC-THP) em pacientes com câncer de mama inicial HER2-positivo de alto risco.

MONALEESA: análise agrupada de sobrevida global por subtipo intrínseco

lisa carey bxA oncologista Lisa Carey (foto), vice-diretora de Ciências Clínicas do UNC Lineberger Comprehensive Cancer Center, na Carolina do Norte (EUA), é primeira autora de estudo selecionado para apresentação em General Session no SABCS 2021 com os resultados de uma análise agrupada de sobrevida global por subtipo intrínseco dos ensaios MONALEESA-2, -3 e -7, que demonstraram benefício significativo de sobrevida global com a combinação de ribociclibe e terapia endócrina em pacientes com câncer de mama avançado receptor hormonal positivo (HR+)/HER2-negativo.

Trastuzumabe deruxtecana em metástases cerebrais do câncer de mama

meta cerebral mulher bxAté metade das pacientes com câncer de mama metastático HER2 + desenvolve metástases cerebrais. Poster Discussion apresentado no SABCS 2021 avaliou dados clínicos e pré-clínicos de Trastuzumabe deruxtecana (T-DXd) em metástases cerebrais do câncer de mama. Os resultados sugerem que T-DXd tem eficácia intracraniana, mesmo nas lesões cerebrais em progressão ou que não receberam tratamento prévio.

Oncologia de precisão no SABCS 2021

Murad 2019 bxO oncologista André Marcio Murad (foto) discute os principais estudos em oncologia de precisão selecionados para o programa científico do San Antonio Breast Cancer Symposium 2021. Entre os destaques, estudo que avaliou o papel prognóstico e preditivo da análise inicial e dinâmica de ctDNA em pacientes com câncer de mama avançado HR+/HER2 tratados com ribociclibe e letrozol. Confira.

Trastuzumabe deruxtecana como agente único no câncer de mama avançado

mama 2021 bxEstudo selecionado para apresentação em Poster Discussion no San Antonio Breast Cancer Symposium 2021, avaliando o conjugado anticorpo-droga trastuzumabe deruxtecana (T-DXd) em três coortes. “T-DXd mostrou atividade clinicamente significativa em pacientes com câncer de mama avançado com HER2 superexpresso e, curiosamente, também naqueles com câncer de mama avançado HER2 low e HER2-nulo, com perfil de segurança consistente com dados já reportados”, concluíram os autores.

Metanálise compara inibidores de aromatase e tamoxifeno na prevenção da recorrência do câncer de mama em mulheres na pré-menopausa

mama 2021 4Vários estudos avaliaram se os inibidores de aromatase (IAs) podem ser mais eficazes do que o tamoxifeno na prevenção da recorrência do câncer de mama em mulheres na pré-menopausa. Metanálise destacada em apresentação oral no San Antonio Breast Cancer Symposium 2021 considerou dados de 7.030 mulheres com câncer de mama receptor de estrogênio (ER+), a partir de 4 estudos randomizados. Os resultados mostram que o risco absoluto de recorrência em 5 anos foi 3,2% menor no grupo tratado com IA versus tamoxifeno (6,9% vs 10,1%, p = 0,0005) e que a taxa anual de recorrência foi em média 21% menor (RR 0,79, 95% 0,69-0,90, p = 0,0005) para mulheres na pré-menopausa que receberam IA.

DESTINY-Breast03: análise de subgrupo mostra superioridade de trastuzumabe deruxtecana versus T-DM1

vanessa petry bxDESTINY-Breast03 (NCT03529110) é um estudo randomizado, multicêntrico, aberto, de Fase 3 que avalia a eficácia e segurança de trastuzumabe deruxtecana (T-DXd) versus T-DM1 em pacientes com câncer de mama metastático HER2 + previamente tratadas com trastuzumabe e taxano. Análise de subgrupo apresentada no San Antonio Breast Cancer Symposium 2021 mostrou que o uso de T-DXd quintuplicou a mediana de sobrevida livre de progressão em pacientes com metástase cerebral (HR, 0,25) e alcançou taxa de resposta três vezes superior nessa população. O estudo tem participação dos brasileiros Vanessa Petry (foto), oncologista do ICESP, e do médico Roberto Hegg, da Clínica de Pesquisas e Centro de Estudos em Oncologia Ginecológica e Mamária.

Resultados de mundo real de inibidores de CDK4/6 no câncer de mama metastático RH+

mama 2021 3Estudo selecionado para apresentação em pôster no SABCS21 realizou uma comparação head-to-head entre os três inibidores de CDK4 / 6 (CDKi) aprovados entre 2015 e 2017 e que atualmente são o padrão de tratamento para câncer de mama metastático receptor hormonal positivo, em primeira linha com letrozol ou em segunda linha com fulvestranto, examinando os subgrupos para resposta diferencial.

Estudo brasileiro discute abordagem não cirúrgica no câncer de mama inicial com axila negativa

giuliano duarteGiuliano Duarte (foto), da Universidade Estadual de Campinas (CAISM – UNICAMP), é primeiro autor de ensaio clínico randomizado de Fase 3 com participação de 13 centros brasileiros (VENUS Trial), que tem como objetivo avaliar a biópsia do linfonodo sentinela versus uma abordagem não cirúrgica em pacientes com câncer de mama inicial e axila negativa na avaliação clínica e ultrassonográfica. O estudo integra o programa científico do SABCS 2021 (ongoing trials).

MONALEESA-2: análise de subgrupo demonstra resultados de sobrevida global por local metastático

MAMA bxO estudo de Fase III MONALEESA-2 (ML-2) demonstrou benefício de sobrevida global estatisticamente significativo com ribociclibe + letrozol no tratamento de primeira linha de pacientes pós-menopausadas com câncer de mama avançado HR+/HER2-negativo (mediana, 63,9 vs 51,4 meses; hazard ratio 0,76; 95% CI, 0,63-0,93; P = 0,004). Agora, no SABCS 2021, foram apresentados os resultados de uma análise exploratória pré-especificada de sobrevida global em subgrupos de pacientes selecionados por localização e número de locais metastáticos no baseline.


Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
KITE PHARMA
Publicidade
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
MERCK
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519