24102020Sáb
AtualizadoQui, 22 Out 2020 9pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

ESMO GI 2020

ANCHOR CRC: triplet na primeira linha do câncer colorretal metastático BRAFV600E mutado

tiago castria semana baixaAxel Grothey, Diretor de Pesquisa em Tumores Gastrointestinais do West Cancer Center, em Memphis, apresentou no ESMO GI 2020, apresentou os resultados do estágio 1 do estudo ANCHOR, que avalia o triplet com encorafenibe, binimetinibe e cetuximabe como tratamento de primeira linha no câncer colorretal metastático BRAFV600E mutado. Quem comenta é o oncologista Tiago Biacchi (foto), médico do ICESP e do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Estudos recentes com esquemas baseados em quimioterapia mostraram resultados ruins, com mediana de sobrevida global com quimioterapia baseada em irinotecano de primeira linha ± cetuximabe de 10 a 14 meses, mediana de sobrevida livre de progressão de 6 a 8 meses e ORR de 15% a 19%”.

“O estudo BEACON, recentemente publicado, demonstrou pela primeira vez que a inibição vertical da via da MAPK é capaz de induzir resposta, mesmo que sem quimioterapia, nesse grupo de pacientes com câncer colorretal e mutação no BRAF V600E. O estudo ANCHOR CRC apresentado na ESMO GI confirmou essa prova de conceito e demonstrou atividade em primeira linha da combinação de encorafenibe, binimetinibe e cetuximabe, com perfil de toxicidade semelhante aos reportados pelo BEACON”, destaca Biacchi.

Métodos

O estudo  incluiu pacientes com câncer colorretal  idade ≥ 18 anos com mCRC confirmado histologicamente/citologicamente, portando uma mutação BRAF V600E identificada no tecido tumoral por ensaio local, evidência de doença mensurável de acordo com RECIST1.1, ECOG PS de O ou 1, e nenhuma terapia sistêmica prévia para doença metastática ou tratamento com inibidor de RAF, inibidor de MEK, CETUX ou qualquer outro inibidor de anti-EGFR.

Nesse primeiro estágio do estudo de Fase II ANCHOR CRC, aberto, multicêntrico, braço único, foram avaliados 40 (98%) pacientes com câncer colorretal metastático com mutação BRAFV600E confirmada centralmente. A mediana de idade foi de 67 anos ((36 - 80)), com alta proporção de pacientes idosos (61% ≥ 65 anos) e estágio avançado no diagnóstico (56% ECOG 1, 78% tiveram metástases em pelo menos 2 órgãos, 51% metástase peritoneal).  

Foi observada uma alta taxa de resposta objetiva confirmada (50% resposta parcial; 95% CI [34; 66]). “Quase todos os pacientes tiveram diminuição no tamanho do tumor”, observaram os autores. Nenhum paciente atingiu resposta completa; 14 doença estável (35%), 4 doença progressiva (10%) e 2 não estavam avaliáveis (5%). A sobrevida livre de progressão foi de 4,9 meses (95% CI [4.4 ; 8.1]), com 27 eventos (68%).

Os eventos adversos mais frequentes (> 10%) de todos os graus mais prevalentes foram diarreia (n=30, 73%), náusea 25 (61%) e Astenia 20 (49%). 28 pacientes (68%) apresentaram eventos adversos ≥ grau 3. Entre os eventos adversos de grau 3 ou superior mais prevalentes estão diarreia 6 (15%) e lesão renal aguda 6 (15%) 5 (12%).

“A combinação tripla foi bem tolerada e gerenciável, sem toxicidade inesperada. Os eventos adversos mais frequentes são comparáveis ​​aos observados com a mesma combinação de triplet no estudo BEACON. O estudo está em andamento, e os resultados de todos os 95 pacientes serão apresentados em 2021”, afirmaram os autores.

Biacchi observa que o próximo desafio para esse subgrupo, que corresponde a cerca de 5% dos casos de câncer colorretal metastático, é em relação a duração desta resposta: no estudo ANCHOR CRC a sobrevida livre de progressão foi de apenas 4,9 meses com o esquema triplo. “Os avanços na medicina de precisão, incluindo análises de DNA tumoral circulante, nos permitirá entender melhor as vias de resistência e a forma de sequenciamento destas terapias alvo-dirigidas”, conclui.

O estudo do ANCHOR CRC é patrocinado por Pierre Fabre e foi conduzido com o apoio da Array BioPharma/Pfizer, ONO Pharmaceutical and Merck KGaA

Informações sobre ensaios clínicos: NCT03693170.

Referência: LBA5: ANCHOR CRC: a single-arm, phase 2 study of encorafenib, binimetinib plus cetuximab In previously untreated BRAF V600E–mutant metastatic colorectal cancer

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519