31102020Sáb
AtualizadoSex, 30 Out 2020 2pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

ESMO 2020

STAMPEDE: abiraterona mostra dados de longo prazo em pacientes M1

Prostata 2018 NET OKO estudo britânico STAMPEDE, ensaio randomizado que analisa múltiplos braços de intervenção, mostrou que acetato de abiraterona mais prednisona resultou em ganho de sobrevida em pacientes com câncer de próstata. Agora, apresentação no ESMO 2020 reportou os resultados de longo prazo em pacientes com doença M1.

Foram incluídos pacientes que receberam terapia de privação de androgênio (ADT, da sigla em inglês) randomizados 1: 1 para ADT sozinho ou associado a acetato de abiraterona 1000mg + prednisona 5mg (ADT + AAP) até progressão do PSA, progressão radiológica e clínica. O endpoint primário foi morte por qualquer causa. Esta análise de longo prazo foi planejada para 3 anos após os resultados de sobrevida. 

Resultados

De 1.917 pacientes randomizados para esses grupos (novembro de 2011 a jan-2014), 1.003 (52%) tinham doença M1, com mediana de idade de 67 anos, 48% com alto volume de doença, 44% com doença de baixo volume, 8% com carga não avaliável; 94% recém-diagnosticados. O PSA mediano nessa população de pacientes foi de 97ng/ml. Nesta análise, o acompanhamento médio aumentou de 3,5 anos para 6,1 anos e o número de mortes apenas com ADT aumentou 50%, de 218 anteriormente para 329.

No braço ADT + AAP ocorreram 244 mortes (HR ajustado = 0.60, IC 95%; p = 0,31x10-9) favorecendo a combinação de ADT + AAP, com ganho de sobrevida em 5 anos que saltou de 41% com ADT isoladamente para 60% com ADT + AAP.

Os autores descrevem que o efeito relativo da abiraterona foi semelhante em pacientes com baixo volume de doença (HR = 0, 55) e naqueles com alta carga tumoral (HR 0, 54). A duração do tratamento com ADT + AAP foi da mediana de 2,4 anos, com um máximo atual de 8,1 anos.

A toxicidade em 4 anos pós-randomização foi semelhante, com 16% dos pacientes em cada grupo relatando eventos de grau 3 ou superiores.

“Houve ganho significativo e sustentado de sobrevida global em pacientes com câncer de próstata M1, independentemente da carga da doença”, concluíram os autores.

Identificação do ensaio clínico: NCT00268476.

Referência: Abstract 611O - Abiraterone acetate plus prednisolone for hormone-naïve prostate cancer (PCa): Long-term results from metastatic (M1) patients in the STAMPEDE randomised trial (NCT00268476) - N. James et al.

Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519