27092020Dom
AtualizadoSex, 25 Set 2020 4pm

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

ASCO 2020

PCR digital em gotas e perfil genômico

Murad 2019 bxA reação em cadeia da polimerase digital em gotas (ddPCR) é um método promissor para analisar pequenas quantidades de DNA e RNA, com alta sensibilidade, baixo custo e facilidade de leitura, uma vez que dispensa bioinformática, projetando-se como importante alternativa ao sequenciamento de nova geração (NGS) na detecção de biomarcadores para orientar o tratamento do câncer. É o que argumentam os oncologistas André Marcio Murad (foto) e José Claudio Casali, em estudo que integrou o programa científico do ASCO 2020.

O ensaio abrange as principais alterações acionáveis ​​em EGFR (mutações), ALK (fusão, mutações), ROS1 (fusão), BRAF (mutações), KRAS (mutações), NRAS (mutações), PIK3CA (mutações), ERBB2 (Variação do número de cópias CNV), ESR1 (mutações), KIT (CNV) e PDGFRA (CNV).

Até agora, 54 pacientes com câncer metastático foram testados, sendo 14(26%) com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP), 11(20%) com câncer de mama,  11 (20%) com câncer colorretal , 9 (17%) com melanoma,  4 (7%) com câncer de pâncreas,  3 casos (6%) de câncer de ovário e  2 (4%) de glândulas salivares.

“Nosso painel pode ser utilizado tanto na genotipagem aplicada à terapêutica quanto na detecção de respostas moleculares, bem como na resistência secundária em tumores como pulmão, mama, colo do útero, retal, GIST, melanoma e pâncreas”, descrevem os autores.

A ddPCR detectou alterações genômicas significativas em 19 (35%) pacientes: 5 (9%) mutações no gene KRAS G12V (todos no câncer colorretal), 5 (9%) amplificação do ERBB2 (câncer de mama), 2 (3,65%) mutações EGFR L858R (CPCNP), 2 (3,5%) EGFR del19 mutados (CPCNP), 2 (3,5%) mutações EGFR T790M (CPCNP), 2 (3,5%) mutações BRAF-V600E (cólon e melanoma), 1 (1,8%) ALK Fusão -EML4 (CPCNP). O MAF (Fração de Alelo Mutante) variou de 0,9% a 24%.

Em todos os casos, os resultados foram decisivos para a indicação ou alteração de uma terapia-alvo. O tempo médio de resposta foi de 36 horas e o custo médio dos painéis foi de cerca de 500 USD (mediana de 4 genes por painel).

“Nossos resultados sugerem que o dd-PCR é um método altamente sensível e pode ser usado para uma detecção de rotina das variações genômicas mais importantes para determinar a terapia em pacientes com tumores sólidos avançados”, conclui o trabalho brasileiro.

Referência: Abstract #:e15562 - Publication Only: Developmental Therapeutics—Molecularly Targeted Agents and Tumor Biology - J Clin Oncol 38: 2020 (suppl; abstr e15562) - DOI: 10.1200/JCO.2020.38.15_suppl.e15562

First Author: Andre Marcio Murad, MD, PhD
Meeting: 2020 ASCO Virtual Scientific Program
Track: Developmental Therapeutics—Molecularly Targeted Agents and Tumor Biology
Subtrack: Circulating Biomarkers
Abstract #: e15562

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
300x250 ad onconews200519