20042021Ter
AtualizadoSeg, 19 Abr 2021 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

2020

Radioterapia de campo envolvido no tratamento de adenocarcinomas pancreáticos localmente avançados

cassio gabriela 2020Estudo selecionado para apresentação em poster no ESTRO 2020 buscou avaliar se a quimioterapia, radioterapia de campo envolvido (IFRT) e cirurgia para tumores limítrofes é apropriada para o tratamento de tumores de pâncreas boderline e irressecáveis. Antonio Cassio Assis Pellizzon, chefe do Departamento de Radio-Oncologia do A.C.Camargo Cancer Center, e Gabriela Munro, residente em radio-oncologia na instituição e primeira autora do trabalho, comentam os resultados.

Os pesquisadores analisaram prontuários clínicos de 41 pacientes consecutivos com adenocarcinoma pancreático boderline ou irressecáveltratados entre março de 2012 a março de 2018. Todos os pacientes foram avaliados com exame físico, tomografia computadorizada de tórax, protocolo de tomografia computadorizada multifásica de pâncreas, marcadores tumorais (CEA e CA 19-9) e laparoscopia para casos boderline.

Pacientes com tumores boderline foram tratados com quimioterapia neoadjuvante (esquema FOLFIRINOX ou FOLFOX, mediana de 6 ciclos) seguida de radioterapia (dose total de50 Gy em 25 frações) e cirurgia após quatro semanas para pacientes com tumores ressecáveis ​​pela reavaliação por tomografia computadorizada.

Os pacientes com tumores irressecáveis ​​foram tratados com quimioterapia (FOLFIRINOX, FOLFOX ou gencitabina, mediana de 6 ciclos) seguido de radioterapia (dose total de 54 Gy em 27 frações). Para todos os pacientes, a radioterapia de campo envolvido foi realizada com GTV englobando o tumor primário e os linfonodos considerados clinicamente positivos por exames de imagem,e o volume alvo planejado (PTV) com margens de 2 cm no eixo craniocaudal e 1 a 1,5 cm nos demais eixos, concomitante com 5FU ou capecitabina.

Os pacientes foram acompanhados com TC abdominal e marcadores tumorais a cada 3 meses nos dois primeiros anos, e a cada 6 meses a partir do terceiro ano de acompanhamento, além de PET-TC quando indicado. A falha local (LF) foi definida como um aumento na anormalidade radiográfica dentro do volume irradiado. A falha nodal eletiva (ENF) foi definida pela recorrência em qualquer região linfonodal fora do volume alvo planejado, e qualquer outra falha foi definida como falha distante (DF).

Resultados 

A mediana da idade dos pacientes foi de 68 anos (variação: 44 a 80 anos); 20 pacientes (48,7%) eram do sexo masculino e, 14 (34%) e 27 (66%) pacientes apresentavam tumores nos estágios II e III (AJCC, oitava ed., 2017), respectivamente. A maioria (73,1%) apresentava tumores localizados na cabeça do pâncreas. Doze pacientes (29%) foram operados com ressecção R0 e 29 pacientes (71%) apresentavam tumores considerados irressecáveis.

Com seguimento médio de 18 meses, a mediana de sobrevida mediana para todos os pacientes foi de 23 meses, com sobrevida maior para os operados (p = 0,001). Recorrências tumorais foram observadas em 32 pacientes e classificadas como falha local, falha à distância, LF e DF em, respectivamente, 6 (18,8%), 20 (62,5%) e 5 (15,6%) pacientes. Apenas 1 paciente (3,1%) apresentou falha local e falha nodal eletiva. Não foram observados efeitos colaterais gastrointestinais de grau 3 RTOG agudos ou tardios relacionados à radioterapia.

“O uso de radioterapia de campo envolvido não causou quantidade significativa de falha nodal eletiva, além de apresentar baixa morbidade gastrointestinal, o que é especialmente importante para pacientes considerados boderline que são

candidatos à cirurgia. O padrão de falha predominante foi de metástases à distância”, observam os autores.

Pellizzon destaca que a terapia neoadjuvante tem o potencial de induzir a regressão de cânceres localmente avançados de alto risco e torná-los, muitas vezes, ressecáveis. “A quimio-radio-quimioterapia pré-operatória é proposta como um tratamento para câncer de pâncreas localmente avançado que melhora as ressecções e torna aqueles próximos da irressecabilidade passíveis de cirurgia radical. Um dado importante é que o uso de campos mais restritos de irradiação nao afetou a intenção proposta de aumentar as taxas de ressecabilidade e ainda auxiliou na redução de efeitos adversos”, conclui.

Referência: PO-1053 Involved-field radiation therapy for treatment of locally advanced pancreatic adenocarcinomas - G.S. Munro1, R.C. Fogaroli1, A.C.A. Pellizzon1, D.G. Castro1, G.R.M. Gondim1, M.L.G. Silva1, M.J. Chen1, H. Ramos1 – 1 - A C Camargo Cancer Center, Radiotherapy Department, São Paulo, Brazil

 
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519