28112020Sáb
AtualizadoSex, 27 Nov 2020 1pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

ASCO GI 2015

Keynote-012: Expressão do PD-L1 em câncer gástrico avançado tratado com pembrolizumabe

Est__mago_News_3_OK.jpgO anticorpo monoclonal anti-PD-1 pembrolizumabe demonstrou atividade antitumoral em cânceres avançados. Uma avaliação da segurança e eficácia de pembrolizumabe em pacientes com câncer de estômago avançado no KEYNOTE-012 demonstrou que o medicamento apresentou toxicidade gerenciável e atividade antitumoral promissora, dando suporte para o desenvolvimento contínuo de pembrolizumabe para a doença.

Amostras de tumores de pacientes da Ásia-Pacífico (AP) e do resto do mundo (ROW) com adenocarcinoma de estômago recorrente ou metastático ou junção gastroesofágica foram rastreados para a expressão de PD-L1 usando um protótipo de ensaio IHC com o anticorpo 22C3.
 
Os pacientes receberam pembrolizumabe 10 mg/kg a cada 2 semanas durante 24 meses, ou até a resposta completa, progressão ou toxicidade inaceitável. As imagens foram obtidas em intervalos de 8 semanas. O endpoint primário de eficácia foi a taxa de resposta global avaliada por RECIST v1.1 por revisão central independente. Os desfechos secundários incluíram a duração da resposta, sobrevida livre de progressão e sobrevida global. 

Resultados

Dos 162 pacientes rastreados, 65 (40%) eram PD-L1+. Destes 65 pacientes, 39 foram inscritos (19 de AP, 20 de ROW; mediana de idade, 63 anos [range 33-78]). O número de tratamentos anteriores para doença avançada variou de 0 a 5; 67% receberam ≥2 terapias anteriores. A duração média de acompanhamento foi de 8,8 meses (range 6,2-12,6); 13 pacientes (33%) permanecem na terapia. Quatro pacientes tiveram 5 de um total de 3-5 eventos adversos relacionados com a droga: neuropatia sensorial periférica, fadiga, diminuição do apetite, hipóxia e pneumonite (n=1 cada). Houve uma morte relacionada com a droga (hipoxia).
 
A taxa de resposta global foi de 22% (95% CI 10-39) por revisão central e 33% (95% CI 19-50) pela revisão do investigador. O tempo médio para resposta foi de 8 semanas (variação 7-16), com a mediana de duração de resposta de 24 semanas (variação 8+ a 33+). O nível de expressão do PD-L1 foi associado com a taxa de resposta global (1-sided P=0,10) e a sobrevida livre de progressão de 6 meses foi de 24%.
 
Informações do ensaio clínico: NCT01848834
 
Referências:Citation: J Clin Oncol 33, 2015 (suppl 3; abstr 3)
Abstract 3: Relationship between PD-L1 expression and clinical outcomes in patients (Pts) with advanced gastric cancer treated with the anti-PD-1 monoclonal antibody pembrolizumab (Pembro; MK-3475) in KEYNOTE-012.

http://abstracts.asco.org/158/AbstView_158_140536.html

 
 

Publicidade
banner pfizer 2018 institucional 300x250px
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
Astrazeneca
Publicidade
IBCC
Publicidade
300x250 ad onconews200519