19052022Qui
AtualizadoQua, 18 Maio 2022 11pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Cardiotoxicidade

Câncer de mama e risco cardiovascular

ariane 2020 bxMulheres com câncer de mama apresentaram maior incidência de eventos cardiovasculares, mortalidade relacionada a doenças cardiovasculares e mortalidade por todas as causas, em comparação com mulheres sem câncer de mama. É o que mostram os resultados de artigo publicado online no Journal of Clinical Oncology, indicando que os riscos variaram de acordo com o tratamento recebido. Quem comenta o trabalho é a cardio-oncologista Ariane Vieira Scarlatelli Macedo (foto), coordenadora da seção de cardio-oncologia do Grupo Americas.

Nesta análise, Greenlee et al. buscaram examinar a doença cardiovascular e o risco de mortalidade em mulheres com câncer de mama (CM) em relação a mulheres sem CM.

Os pesquisadores consideraram dados da Kaiser Permanente Northern California de mulheres diagnosticadas com câncer de mama invasivo, de 2005 a 2013. A população do estudo foi pareada 1:5 com controles sem CM, considerando ano de nascimento e raça/etnia. Modelos de riscos proporcionais multivariáveis ​​de Cox foram utilizados para estimar as razões de risco (HRs) e ICs de 95% de incidência e mortalidade, de acordo com o tipo de tratamento recebido (quimioterapia, radioterapia e terapia endócrina).

Um total de 13.642 mulheres com câncer de mama foram pareadas com 68.202 controles sem a doença. Ao longo de um seguimento mediano de 7 anos (intervalo < 1-14 anos), os autores descrevem que as mulheres tratadas com antraciclinas e/ou trastuzumabe apresentaram alto risco de insuficiência cardíaca/cardiomiopatia em relação aos controles, com o maior risco entre aquelas que receberam antraciclinas e trastuzumabe (HR, 3,68; IC 95%, 1,79 a 7,59). Alto risco de insuficiência cardíaca e/ou cardiomiopatia também foi observado em mulheres com histórico de radioterapia para câncer de mama (HR, 1,38; IC 95%, 1,13 a 1,69) e uso de inibidor de aromatase (HR, 1,31; IC 95%, 1,07 a 1.60).

Riscos elevados de acidente vascular cerebral, arritmia, parada cardíaca, doença tromboembólica venosa, morte relacionada à doença cardiovascular e morte por qualquer causa também foram observados em mulheres com CM com base no tratamento recebido.

“Mulheres com CM apresentaram maior incidência de eventos cardiovasculares, mortalidade relacionada a doenças cardiovasculares e mortalidade por todas as causas em comparação com mulheres sem CM, e os riscos variaram de acordo com o tratamento de câncer recebido”, concluem os autores.

Em comparação com controles pareados por idade e raça/etnia, as mulheres com câncer de mama que receberam antraciclinas e/ou trastuzumabe, radioterapia ou inibidores de aromatase tiveram maior risco de insuficiência cardíaca/cardiomiopatia, acidente vascular cerebral, arritmia, parada cardíaca e doença tromboembólica venosa, assim como tiveram maior risco de morte relacionada à doença cardiovascular ou por todas as causas.

Para Ariane, este artigo dá o passo adicional de relatar uma associação entre os tratamentos e o risco de doença cardiovascular em si. “A doença cardiovascular, principal causa de morte entre as mulheres no mundo, está emergindo como uma grande preocupação de saúde das sobreviventes de câncer de mama. É importante ressaltar que, embora mais pacientes estejam sobrevivendo ao câncer de mama devido ao aumento da eficácia dos tratamentos, este aumento de eventos cardiovasculares relacionados a terapias oncológicas alerta sobre a necessidade de nos esforçarmos em pesquisas que ajudem na compreensão dos mecanismos e nas toxicidades potenciais para desenvolver estratégias clínicas que protejam a saúde cardiovascular dos sobreviventes de câncer de mama. É fundamental aumentar a conscientização de toda a comunidade médica de que as mulheres que são sobreviventes do câncer de mama devem receber acompanhamento abrangente e contínuo emonitoramento do risco cardiovascular”, conclui. 

Referência: Greenlee H, Iribarren C, Rana JS, Cheng R, Nguyen-Huynh M, Rillamas-Sun E, Shi Z, Laurent CA, Lee VS, Roh JM, Santiago-Torres M, Shen H, Hershman DL, Kushi LH, Neugebauer R, Kwan ML. Risk of Cardiovascular Disease in Women With and Without Breast Cancer: The Pathways Heart Study. J Clin Oncol. 2022 Apr 6:JCO2101736. doi: 10.1200/JCO.21.01736. Epub ahead of print. PMID: 35385342.

 

Publicidade
KITE PHARMA
Publicidade
NOVARTIS
Publicidade
https://xperienceforumoncologia21.com.br/
Publicidade
SANOFI
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
300x250 ad onconews200519