30032020Seg
AtualizadoSeg, 30 Mar 2020 1am

Conheça o Podcast Onconews no Spotfy

Drops de genômica

Como classificamos as mutações gênicas?

dropsgenomica4

As mutações gênicas alteram a sequência de nucleótidos do DNA, por substituição, adição ou remoção de bases. Podem conduzir à modificação da molécula de RNAm (mensageiro) que é transcrita a partir do DNA e, consequentemente, à alteração da proteína produzida, o que tem, geralmente, efeitos deletérios no fenótipo.

 

Tipos de mutações gênicas

Substituição

(substituição de uma só base do DNA)

•   Mutação silenciosa

Substituição de uma base do DNA por outra (no 3º nucleótido de cada códon), mas que resulta num códon que codifica o mesmo aminoácido, devido à redundância do código genético. São muito comuns e responsáveis pela diversidade genética que não é expressa fenotipicamente.

•   Mutação com perda de sentido

Substituição de uma base do DNA por outra, que tem como consequência a substituição de um aminoácido por outro na proteína codificada. A conformação da proteína pode ser alterada. (ex: anemia falciforme)

•   Mutação sem sentido (nonsense)

Substituição de uma base do DNA de tal modo que, no RNAm, um códão que especifica um aminoácido é alterado para um códon de parada, ou o contrário. Origina uma proteína mais curta ou mais longa do que a proteína normal.

Deleção

(remoção de uma ou mais bases do DNA)

Pode ser removida uma única base do DNA ou milhares delas. A remoção de um número de bases que não seja múltiplo de três altera completamente a mensagem do gene.

Inserção

(Adição de uma ou mais bases ao DNA)

O número de bases adicionadas ao DNA pode variar. A adição de um número que não seja múltiplo de três altera completamente a mensagem do gene. Quando é inserida uma sequência igual a outra ocorre uma duplicação.

Mutação por mudança da matriz de leitura

É uma mutação causada por indels (inserção + deleção) de um número de nucleotídeos diferente de três e seus múltiplos (ex.: 1, 2, 4, 5, 7, etc...) em uma determinada sequência de DNA. Devido à fundamentação da expressão gênica ser baseada em um triplete natural de nucleotídeos (códon), a inserção ou deleção pode perturbar a matriz de leitura, isto é, um único nucleotídeo alterado modifica toda sequência de códons a partir da mutação resultando em um produto gênico completamente diferente do original. Quanto mais inicial for a inserção ou deleção, mais alterado vai ser o produto gênico.

André Murad MD, PhD, Pós-Doutor em Genética

Publicidade
Publicidade
banner libbs2019 300x250
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519