20042021Ter
AtualizadoSeg, 19 Abr 2021 9pm

PUBLICIDADE
Daichii Sankyo

Destaques

Últimas Notícias

Tislelizumab + quimioterapia na primeira linha do câncer de pulmão de células não pequenas não-escamoso

Tislelizumab + quimioterapia na primeira linha do câncer de pulmão de células não pequenas não-escamoso

Na primeira linha de tratamento do câncer de pulmão de células não pequenas não escamoso, a adição de tislelizumab à quimioterapia resultou em melhora significativa da sobrevida livre de progressão e da taxa de resposta objetiva em comparação com a quimioterapia isolada, com perfil de segurança manejável. Os resultados do estudo randomizado de Fase III foram publicados no Jama Oncology.

Leia Mais

Estimativas reconfiguram o mapa do câncer nos EUA

Estimativas reconfiguram o mapa do câncer nos EUA

O que muda no cenário do câncer nos Estados Unidos nas próximas 2 décadas? Estudo que estimou as taxas de incidência e mortes por câncer nos EUA até 2040 mostra mudanças marcantes no mapa do câncer na América, como reportam Lola Rahib e colegas em artigo no  Jama Network Open . As estimativas apontam aumento significativo na incidência de melanoma, mortes por câncer de pâncreas e câncer hepático, e, inversamente, mostram forte redução na incidência de câncer de próstata e mortes por câncer de...

Leia Mais

Olaparibe mostra análise de qualidade de vida no câncer de ovário 

Olaparibe mostra análise de qualidade de vida no câncer de ovário 

No estudo SOLO1 de Fase III, o tratamento de manutenção com olaparibe mostrou benefício significativo de sobrevida livre de progressão na comparação com placebo em pacientes com câncer de ovário avançado recém-diagnosticado e mutação BRCA após quimioterapia à base de platina. Agora, artigo de Friedlander et al. publicado 13 de abril no Lancet Oncology apresenta análise de qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS).

Leia Mais

UNICANCER-PRODIGE-23: nova abordagem no câncer retal localmente avançado

UNICANCER-PRODIGE-23: nova abordagem no câncer retal localmente avançado

Em pacientes com câncer retal cT3 ou cT4 M0, intensificar a quimioterapia com FOLFIRINOX antes da quimiorradioterapia neoadjuvante melhorou significativamente a sobrevida livre de doença, com resultados que prometem mudar a prática clínica. É o que mostram os dados do estudo UNICANCER-PRODIGE-23 reportados em abril no  Lancet Oncology  por Conroy  et  al .,  indicando benefício significativamente superior no grupo tratado com a abordagem perioperatória.

Leia Mais

AACR 2021

Polimerases da síntese de translesão na resistência à temozolomida

Polimerases da síntese de translesão na resistência à temozolomida

Marcela Teatin Latancia (foto), do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, é primeira autora de estudo selecionado para apresentação em pôster no AACR 2021 que investiga o papel das polimerases de síntese translesão na resistência à temozolomida em células de glioma. O trabalho rendeu à pesquisadora o reconhecimento da AACR com o Global Scholar-in-Training Awards (GSITA), prêmio oferecido a especialistas em início de carreira.

Leia Mais

banner_assine_300x75.jpg

Atualização Científica

Saúde cardíaca e risco de câncer

Saúde cardíaca e risco de câncer

Além de reduzir o risco de doenças cardiovasculares, manter a saúde cardíaca resulta em menor risco de desenvolver câncer. É o que aponta estudo liderado por pesquisadores do Massachusetts General Hospital (MGH), que correlaciona doença cardiovascular (DCV) e cân...

Leia Mais

Abemaciclibe, indicações e evidências na oncologia mamária

Abemaciclibe, indicações e evidências na oncologia mamária

A chegada de abemaciclibe (Verzenius™, Eli Lilly) inaugura um novo capítulo no tratamento do câncer de mama avançado receptor hormonal positivo (RH+), HER2 negativo (HER2-), com taxas de resposta significativamente superiores comparadas ao tratamento endócrino isolado...

Leia Mais

Carga mutacional tumoral e sensibilidade aos inibidores de checkpoint

Carga mutacional tumoral e sensibilidade aos inibidores de checkpoint

Em mais um tópico da coluna ‘Drops de Genômica’, o oncologista André Murad (foto) discute se a carga mutacional tumoral (TMB) é um biomarcador universal de sensibilidade aos inibidores de checkpoint imune. Confira.

Leia Mais

Coberturas Especiais 2021

HIPEC de curta duração no câncer de ovário avançado

HIPEC de curta duração no câncer de ovário avançado

Thales Paulo Batista (foto), cirurgião oncológico do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP) e do Real Instituto de Cirurgia Oncológica, em Recife, é primeiro autor de estudo de Fase II selecionado para apresentação em pôster no encontro...

Leia Mais

Mutações STK11 e/ou KEAP1, inibidores de checkpoint e resultados no CPCNP

Mutações STK11 e/ou KEAP1, inibidores de checkpoint e resultados no CPCNP

Alberto Codima (foto), médico da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), é primeiro autor de revisão sistemática que investigou a relação entre mutações somáticas nos genes STK11 e KEAP1 e o prognóstico de pacientes com câncer de pulmão de células não-pequenas (CPCNP) trata...

Leia Mais

POLO trial apresenta resultados de sobrevida global

POLO trial apresenta resultados de sobrevida global

Ensaio de Fase III (POLO) que avaliou a eficácia e segurança de olaparibe de manutenção nos pacientes com câncer de pâncreas metastático que apresentam mutações germinativas de BRCA1/2 e que não haviam falhado ao regime FOLFIRINOX em 1ª linha apresentou resultados de so...

Leia Mais

Notícias

Radioterapia, o que mudou em 2020

Radioterapia, o que mudou em 2020

O médico especialista em radioterapia Robson Ferrigno (foto), coordenador dos Serviços de Radioterapia dos Hospitais BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo e BP Mirante, em São Paulo, discute os principais trabalhos em radioterapia apresentados em 2020. Entre os ...

Leia Mais

Oncologia torácica e os avanços de 2020

Oncologia torácica e os avanços de 2020

Em ano de bons resultados, a oncologia torácica continua em clima de entusiasmo. 2020 confirmou evidências, como apontam dados da análise exploratória do estudo de Fase III (ADAURA) com osimertinibe adjuvante em pacientes com câncer de pulmão de células não peque...

Leia Mais

AACR Annual meeting 2021

AACR Annual meeting 2021

Este ano, o encontro anual da American Association fo Cancer Research (AACR 2021) acontece de forma virtual, dividido em duas etapas. O primeiro encontro acontece entre os dias 10 e 15 de abril; a segunda parte do evento será realizada entre os dias 17 e 21 de maio.

Leia Mais

Mais notícias

Radar

Hospital São Camilo SP assume gestão do IBCC

Hospital São Camilo SP assume gestão do IBCC

A Rede de Hospitais São Camilo, de São Paulo, assumiu a administração do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), ampliando suas unidades de atendimento. Com a mudança, o Instituto passa a se chamar ‘São Camilo Oncologia’.

Opinião & Análise

Por caminhos mais sustentáveis para inovação e acesso

Por caminhos mais sustentáveis para inovação e acesso

O médico sanitarista Gonzalo Vecina Neto (foto), fundador da Anvisa, fala sobre o atual modelo de Pesquisa e desenvolvimento (P&D) e reflete sobre os desafios da regulação e acesso.

Estudos Clínicos

Qualidade de vida após o câncer de mama, desafios e perspectivas 

Qualidade de vida após o câncer de mama, desafios e perspectivas 

Thiago Vidal Brito (foto), médico do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC - São Camilo Oncologia ), é o investigador principal de estudo aberto a recrutamento de pacientes, com o objetivo de avaliar a qualidade de vida de mulheres que sob...

Entrevistas

Radioterapia, o que mudou em 2020

Radioterapia, o que mudou em 2020

O médico especialista em radioterapia Robson Ferrigno (foto), coordenador dos Serviços de Radioterapia dos Hospitais BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo e BP Mirante, em São Paulo, discute os principais trabalhos em radioterapia apresentados em 2020. Entre os destaques apontados estão os estudos FAST e FAST Foward, que avaliam a possibilidade de de-escalonamento no tratamento do câncer de mama inicial, além dos resultados do FIRE e do LungArt em câncer de pulmão. Confira a entrevist...

Leia Mais

Reportagens

Oncologia torácica e os avanços de 2020

Oncologia torácica e os avanços de 2020

Em ano de bons resultados, a oncologia torácica continua em clima de entusiasmo. 2020 confirmou evidências, como apontam dados da análise exploratória do estudo de Fase III (ADAURA) com osimertinibe adjuvante em pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (CPCNP) com mutação EGFR. Dados do ensaio de Fase III (CASPIAN) com durvalumabe no câncer de pulmão pequenas células (CPPC) também estão entre os highlights do ano, assim como os resultado finais do estudo LungArt.

Leia Mais

Agende-se

AACR Annual meeting 2021

AACR Annual meeting 2021

Este ano, o encontro anual da American Association fo Cancer Research (AACR 2021) acontece de forma virtual, dividido em duas etapas. O primeiro encontro acontece entre os dias 10 e 15 de abril; a segunda parte do evento será realizada entre os dias 17 e 21 de maio.

Leia Mais

Cardiotoxicidade

Saúde cardíaca e risco de câncer

Saúde cardíaca e risco de câncer

Além de reduzir o risco de doenças cardiovasculares, manter a saúde cardíaca resulta em menor risco de desenvolver câncer. É o que aponta estudo liderado por pesquisadores do Massachusetts General Hospital (MGH), que correlaciona doença cardiovascular (DCV) e câncer entre participantes de dois grandes estudos de base populacional. Os resultados foram reportados na JACC CardioOncology, confirmando que fatores tradicionais de risco cardíaco, incluindo idade avançada, sexo masculino e tabagism...

Leia Mais

Biblioteca de Artigos

Abemaciclibe, indicações e evidências na oncologia mamária

Abemaciclibe, indicações e evidências na oncologia mamária

A chegada de abemaciclibe (Verzenius™, Eli Lilly) inaugura um novo capítulo no tratamento do câncer de mama avançado receptor hormonal positivo (RH+), HER2 negativo (HER2-), com taxas de resposta significativamente superiores comparadas ao tratamento endócrino isolado. Dados do perfil de segurança mostram que é possível gerenciar os eventos mais frequentes e relatórios de qualidade de vida sustentam o benefício de abemaciclibe, com evidências para guiar decisões de tratamento. 1-5

Pacientes com câ...

Leia Mais

Coberturas Especiais 2021

HIPEC de curta duração no câncer de ovário avançado

HIPEC de curta duração no câncer de ovário avançado

Thales Paulo Batista (foto), cirurgião oncológico do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP) e do Real Instituto de Cirurgia Oncológica, em Recife, é primeiro autor de estudo de Fase II selecionado para apresentação em pôster no encontro anual da Sociedade de Ginecologia Oncológica (SGO 2021). O estudo avaliou o papel da quimioterapia hipertérmica intraperitoneal (HIPEC) de curta duração no câncer de ovário avançado com grande volume de doença.

Leia Mais

Mutações STK11 e/ou KEAP1, inibidores de checkpoint e resultados no CPCNP

Mutações STK11 e/ou KEAP1, inibidores de checkpoint e resultados no CPCNP

Alberto Codima (foto), médico da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), é primeiro autor de revisão sistemática que investigou a relação entre mutações somáticas nos genes STK11 e KEAP1 e o prognóstico de pacientes com câncer de pulmão de células não-pequenas (CPCNP) tratados com anticorpos monoclonals anti-PD(L)1. O estudo foi selecionado para apresentação em pôster no  European Lung Cancer Virtual Congress 2021 . Gilberto de Castro Jr., professor da FMUSPP e chefe da divisão de oncologia torácic...

Leia Mais

POLO trial apresenta resultados de sobrevida global

POLO trial apresenta resultados de sobrevida global

Ensaio de Fase III (POLO) que avaliou a eficácia e segurança de olaparibe de manutenção nos pacientes com câncer de pâncreas metastático que apresentam mutações germinativas de BRCA1/2 e que não haviam falhado ao regime FOLFIRINOX em 1ª linha apresentou resultados de sobrevida global. Confira a análise do oncologista Alexandre Jacome.

Leia Mais

O melhor de 2014

MAIN_PIC_FRONTPAGE_ON4_Bx.jpgNenhuma grande revolução abalou as bases da oncologia em 2014, mas é claro que tivemos avanços. Onconews convidou os grupos brasileiros de pesquisa em câncer para apontar os principais marcos de 2014, em diferentes especialidades.

Clarissa Mathias, do Grupo Brasileiro de Oncologia Torácica (GBOT), lembrou dos progressos no rastreamento do câncer de pulmão e das terapias cada vez mais direcionadas por estudos moleculares. Na imunoterapia, agora também os modernos inibidores de checkpoint têm lugar no tratamento do câncer de pulmão.

Carlos Barrios, do Grupo Brasileiro de Estudos de Câncer de Mama (GBECAM), destacou os estudos SOFT e TEXT no cenário adjuvante, para mulheres pré-menopáusicas com receptores hormonais positivos, mas observou que a despeito das inovações da era da seleção molecular, barreiras ainda dificultam a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama.

Para o Grupo Brasileiro de Tumores Urológicos (GTU), os avanços no tratamento do câncer de próstata metastático resistente à castração foram o grande destaque da uro-oncologia.Igor Morbeck, do GTU, fala dos agentes terapêuticos expoentes na doença metastática, abiraterona e enzalutamida, e de estudos que derrubaram mitos, demonstrando que a suplementação vitamínica com selênio e vitamina E não mostrou benefícios no câncer de próstata. Ao contrário, foi capaz de aumentar a chance de tumores de alto grau.

Na retrospectiva do Grupo Brasileiro de Tumores Gastrointestinais (GTG), Anelisa Coutinho apontou a criação de um biobanco internacional como um dos maiores avanços em neoplasia gastrointestinal em 2014. Trata-se do Colorectal Cancer Subtyping Consortium, com 4.562 amostras para estudos moleculares, de mais de 15 centros.
No câncer colorretal metastático, FIRE-3 e CALGB trouxeram respostas definitivas e mostraram que os antiangiogênicos bevacizumabe e cetuximabe são opções igualmente válidas na primeira linha.

Na neuro-oncologia, Marcus Maldaum, da Sociedade Latino-Americana de Neuro-oncologia (SNOLA), fala da associação de técnicas que permitem ampliar a segurança cirúrgica e destaca a combinação de drogas no tratamento clínico, com novas promessas no panorama da especialidade.

Rafael Schmerling, do Grupo Brasileiro de Melanoma, traz o cenário de 2014 no diagnóstico, tratamento e seguimento do melanoma e aponta caminhos para as terapias da próxima geração. Na mesma linha, Angélica Nogueira, do Grupo Brasileiro de Tumores Ginecológicos (GBTG), comenta os avanços que começam a cumprir a promessa de medicina de precisão. 

O ano trouxe bons resultados para o tratamento do mieloma múltiplo, com ampliação das pesquisas e opções terapêuticas. No entanto, Vânia Hungria, do Grupo Brasileiro de Mieloma Múltiplo (GEBRAMM), lamenta que os novos tratamentos ainda não estejam disponíveis para o paciente brasileiro.

E para fechar a retrospectiva, um pouco do panorama da oncohematologia com a análise de Vânia Hungria, do Grupo Brasileiro de Mieloma Múltiplo (GBRAMM), que celebra os avanços no tratamento, mas aponta desafios importantes para que os pacientes brasileiros tenham acesso aos modernos regimes terapêuticos. 

Leia os artigos dos grupos de pesquisa


Últimas Notícias

FDA analisa revisão prioritária de enfortumabe vedotin no câncer urotelial avançado

FDA analisa revisão prioritária de enfortumabe vedotin no câncer urotelial avançado

A agência norte-americana  Food and Drug Administration  dos EUA aprovou dois pedidos de licença biológica suplementar (sBLA) para enfortumab vedotin-ejfv (Padcev®, Seagen e Astellas) no câncer urotelial localmente avançado ou metastático como parte do programa piloto  Real-Time Oncology Review  (RTOR). A data para a Revisão Prioritária é prevista para 17 de agosto de 2021, em análise que está a cargo do Projeto Orbis, uma iniciativa do Centro de Excelência em Oncologia da FDA.

Leia Mais

Publicidade
SANOFI

Index Vol. II Número 06 - Fev. 2021

Disbiose microbiana oral e câncer – quais as evidências?

Disbiose microbiana oral e câncer – quais as evidências?

Introdução: O estabelecimento da associação do microbioma oral com o risco de câncer pode levar a avanços significativos na compreensão da etiologia do câncer. Objetivo: Realizar uma revisão narrativa de literatura em busca de quais as evidências atuais no que se refere à disbiose microbiana oral e o câncer. Metodologia: Trata-se de uma revisão de literatura narrativa, em que foi realizada uma busca aleatória, sem recorte temporal, por artigos científicos em português e inglês a respeito do tema, nas...

Leia Mais

Publicidade
banner astellas 2019 300x250
Publicidade
banner libbs2019 300x250

Estudos Clínicos

Qualidade de vida após o câncer de mama, desafios e perspectivas 

Qualidade de vida após o câncer de mama, desafios e perspectivas 

Thiago Vidal Brito (foto), médico do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC - São Camilo Oncologia ), é o investigador principal de estudo aberto a recrutamento de pacientes, com o objetivo de avaliar a qualidade de vida de mulheres que sobreviveram ao câncer de mama. O estudo espera identificar possíveis repercussões da doença e de seus tratamentos à qualidade de vida após 1 ano (12 meses) e 2 anos (24 meses) do tratamento primário.

Leia Mais

Publicidade
Zodiac
Publicidade
300x250 ad onconews200519

Radar

Hospital São Camilo SP assume gestão do IBCC

Hospital São Camilo SP assume gestão do IBCC

A Rede de Hospitais São Camilo, de São Paulo, assumiu a administração do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), ampliando suas unidades de atendimento. Com a mudança, o Instituto passa a se chamar ‘São Camilo Oncologia’.

Leia Mais