20022019Qua
AtualizadoTer, 19 Fev 2019 10pm

PUBLICIDADE
banner pfizer instuc 2018 468x60px

Microbioma, perspectivas e evidências

microbiota intestinal NET OKEstudo de revisão publicado em fevereiro no Lancet Oncology discute evidências sobre o papel do microbioma no tratamento do câncer, destacando os estudos que relatam fortes associações entre microbiota intestinal e resposta terapêutica, inclusive aos inibidores de checkpoint imune. Artigo de McQuade, JL et al descreve evidências que têm apontado o papel do microbioma em modular a resposta terapêutica. O mais importante, destacam os autores, é lembrar que o microbioma pode ser modificado através de diferentes estratégias, o que abre novas perspectivas no tratamento do câncer.

 

Hoje, o transplante fecal já é uma realidade no tratamento de Clostridium difficile recorrente e está sendo usado experimentalmente para tratar doença inflamatória intestinal, doenças metabólicas e até câncer. A administração de probióticos e outras estratégias de intervenções dietéticas também fazem parte de um campo emergente, com potencial de múltiplas aplicações.

A microbiota humana é composta de complexas comunidades de trilhões de microorganismos que participam de várias funções, contribuindo para o desenvolvimento do sistema imune, da homeostase e até para manter a integridade das barreiras mucosas. Embora a compreensão do microbioma tenha crescido exponencialmente na última década com o desenvolvimento de abordagens de sequenciamento genômico, sobram dúvidas ainda à espera de respostas. Afinal, que grau de disbiose influencia a capacidade de modulação? Como selecionar a população-alvo e potenciais doadores?

A conclusão dos autores indica evidências convincentes de que a microbiota afeta a imunidade e a resposta terapêutica no câncer. No entanto, existem questões sobre a eficácia de estratégias destinadas a modular o microbioma, assim como existem dúvidas quanto ao padrão ótimo dessas intervenções, ainda restritas ao ambiente experimental.

Referência: McQuade, J. L., Daniel, C. R., Helmink, B. A., & Wargo, J. A. (2019). Modulating the microbiome to improve therapeutic response in cancer. The Lancet Oncology, 20(2), e77–e91. doi:10.1016/s1470-2045(18)30952-5

 


Publicidade
banner astellas2018 v1
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner abbvie2018 300X250p