21112018Qua
AtualizadoQua, 21 Nov 2018 12am

PUBLICIDADE
banner pfizer instuc 2018 468x60px

INCA realiza encontro internacional de pesquisa em câncer

Dra Daniela NET OKO Instituto Nacional de Câncer (INCA) realiza no Rio de Janeiro o II Encontro Internacional em Pesquisa em Câncer, iniciativa que reúne líderes mundiais da oncologia e pesquisa, com o objetivo de integrar pesquisa, educação, prevenção, controle e assistência. O médico João Viola, Chefe da Divisão de Pesquisa Experimental e Translacional do INCA, destacou o compromisso de reforçar a pesquisa brasileira e abriu oficialmente o programa científico, em cerimônia que contou com a apresentação de Daniela Gerhard (foto), do National Cancer Institute (EUA).

 

Responsável pela área de genômica do NCI, Daniela discutiu questões que estão na agenda científica e falou da importância da iniciativa do INCA como um fórum permanente de debate, capaz de aglutinar a comunidade de oncologia, pesquisadores e estudantes em torno da pesquisa básica e clínica.  Gerhard lembrou ainda dos avanços da genômica e de seu impacto nos resultados dos pacientes, assim como sinalizou desafios importantes, como os mecanismos de resistência terapêutica e a necessidade de refinar a seleção de pacientes. “Vivemos um momento de grande entusiasmo, não apenas na pesquisa em câncer, mas também porque temos melhorado os resultados dos pacientes com o conhecimento adquirido sobre o comportamento molecular. Cada vez mais queremos aprender sobre tratamentos de precisão. Acreditamos que no futuro seremos capazes de desenvolver modelos e avatares para testar modalidades específicas de tratamento, antes que cheguem ao paciente”, afirmou.

O II Encontro Internacional em Pesquisa em Câncer do INCA reúne sete conferências de abertura, cinco simpósios e duas sessões de pôsteres, com a presença de opinion leaders da pesquisa brasileira e internacional. As principais instituições nacionais de pesquisa e assistência têm presença no Encontro, que traz ainda resultados inéditos de mais de 100 estudos brasileiros. Epidemiologia, genética tumoral, genômica, imunologia e imunoterapia do câncer são temas obrigatórios, em uma agenda que também valoriza tópicos relacionados à biologia e microambiente tumoral e biomarcadores.

Com a transição epidemiológica reflexo do envelhecimento populacional, o câncer no Brasil já é a segunda causa de morte e deve ultrapassar as doenças cardiovasculares para se transformar na principal causa de morte na população brasileira nos próximos 20 anos. É esse cenário que reforça a importância de políticas e ações que possam contribuir para reduzir a incidência e mortalidade da doença no Brasil. 


Publicidade
Publicidade
banner Sanofi 2017 300x250
Publicidade
banner astellas2018 v1
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
Merck 300x250 2018
Publicidade
banner logoBMS 2018 300x250
Publicidade
ad lilly 300X250px
Publicidade
banner abbvie2018 300X250p