24102017Ter
AtualizadoQui, 19 Out 2017 3pm

banner_freud_adv_468x60.jpg

Multimídia


Avanços no panorama GU

No primeiro programa Ponto & Contraponto em tumores geniturinários, os especialistas Andrey Soares, chair do LACOG GU e oncologista do Hospital Israelita Albert Einstein e do Centro Paulista de Oncologia; e Marcelo Wroclawski, urologista do Hospital Isrelita Albert Einstein, recebem Diogo Assed Bastos, oncologista do Instituto do Cancer do Estado de São Paulo (ICESP) e do Hospital Sírio-Libanês. Em pauta, os principais estudos em tumores do trato geniturinário apresentados na ASCO 2017. Confira.

 

 

Avanços em LLC

Laura Fogliatto, hematologista da Santa Casa de Porto Alegre, fala em vídeo sobre os avanços no tratamento da leucemia linfocítica crônica. Assista. 

Adjuvância no câncer de mama HER2 positivo

Em Ponto & Contraponto em câncer de mama, os médicos Rafael Kaliks e Sílvio Bromberg discutem o tratamento adjuvante na doença HER2 positiva em entrevista com Max Mano, oncologista e pesquisador do ICESP e do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. “Os anti HER2 são o grande modelo de como o desenvolvimento de drogas deve evoluir”, diz Max, que analisa evidências que servem de pilar para a aplicação clínica e orientam o atual padrão de tratamento no cenário adjuvante. No entanto, há questões ainda sem respostas. “Nunca houve um estudo para avaliar trastuzumab sem quimioterapia na adjuvância. Trastuzumab é uma droga fortemente dependente da interação com a quimioterapia e do contrário perde grande parte do seu efeito protetor”, explica. O especialista enfoca ainda o duplo bloqueio com a associação de pertuzumab e fala das expectativas em relação aos resultados do estudo APHINITY, um dos destaques da 53ª ASCO. Assista.

Evidências e controvérsias em câncer de pulmão

Mudanças profundas têm reformulado o cenário do câncer de pulmão, com inovações na prevenção, diagnóstico, cirurgia, radioterapia e terapia sistêmica. Com a proposta de contribuir com a educação continuada e debater temas que fazem a diferença na prática clínica, os médicos Jacques Tabacof e Ricardo Sales dos Santos entrevistam Marcelo Cruz, abrindo a série Ponto & Contraponto em câncer de pulmão. Assista.

Câncer de Pulmão Pequenas Células - Cenário Atual e Perspectivas

Jacques Tabacof e Ricardo Sales dos Santos comandam mais um Ponto & Contraponto em câncer de pulmão, em entrevista com a oncologista Clarissa Baldotto, Diretora Médica do Americas Centro de Oncologia Integrado, no Rio de Janeiro. Em pauta, a 8ª classificação TNM e seu impacto prognóstico, o papel da radioterapia profilática de crânio e as grandes tendências na pesquisa clínica, com estudos de imunoterapia tanto no cenário de manutenção quanto na progressão da doença. Nesta entrevista, Clarissa fala ainda do esforço do GBOT/LACOG e do prêmio Ronaldo Ribeiro de Pesquisa. Assista.

 

.

8ª edição do sistema de estadiamento em câncer de mama da AJCC

A oitava edição da AJCC incorpora a assinatura gênica ao estadiamento TNM e desperta dúvidas que vão impactar a prática clínica no câncer de mama. Em um cenário com diferentes realidades de acesso aos paineis moleculares, como aplicar as novas recomendações que passam a valer a partir de janeiro de 2018? Sílvio Bromberg e Rafael Kaliks recebem o patologista Marcus Corpa e o cirurgião mastologista Carlos Alberto Ruiz para debater os avanços e desafios da 8ª AJCC. “Não resolvemos nem o tempo e a qualidade da patologia básica com a imunohistoquímica. Acho que primeiro precisamos disseminar a patologia rápida e de qualidade, para depois pensar na sofisticação de uma assinatura molecular”, diz Kaliks.

O papel do cirurgião no câncer de pulmão

Os médicos Jacques Tabacof e Ricardo Sales dos Santos recebem o cirurgião Riad Younes, Diretor Geral do Centro de Oncologia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, para mais um programa Ponto & Contraponto em câncer de pulmão. Em pauta, a atuação do cirurgião torácico no tratamento do câncer de pulmão na era das assinaturas moleculares na doença. Os especialistas abordam ainda os critérios de seleção de pacientes N2 para cirurgia; a abordagem linfonodal durante a cirurgia; exames pré-cirúrgicos; radioterapia estereotática (SBRT) vs cirurgia, especialmente em pacientes idosos; o papel da terapia de ablação e detecção precoce da doença. Assista.

Memória: Humberto Torloni (1924-2017)

torloni 2014 5O médico Humberto Torloni faleceu dia 5 de maio, em São Paulo, aos 93 anos. Torloni foi um dos responsáveis pela fundação do A.C.Camargo Cancer Center e primeiro diretor do Departamento de Patologia da Instituição. Teve também participação de destaque na OMS, em Genebra, onde ajudou a sistematizar o Código Internacional para Neoplasias, além de atuar na Organização Pan-Americana de Saúde,em Washington; na Divisão Nacional do Câncer do Ministério da Saúde, em Brasília, e na filial brasileira do Instituto Ludwig de Pesquisa em Câncer. Em vídeo inédito, gravado em maio de 2011, um pouco da trajetória e das lições de vida de Humberto Torloni. Assista.


Publicidade
AD_Pfizer_2017_ 300x250px.jpg
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner Sanofi 2017 300x250
Publicidade
banner logo astellas 300x250
Publicidade
banner assine 300x250