21082017Seg
AtualizadoDom, 20 Ago 2017 10pm

banner_freud_adv_468x60.jpg

Category: Opinião & Análise
Order Files by:
Default | Name | Author | Date | Hits
Files:
Há paradoxos de sobra no cenário global do câncer. Enquanto nos Estados Unidos, Japão e Reino Unido o custo do tratamento varia de 183 a 460 dólares por paciente, na América do Sul, India e China o custo fica entre 0,54 e 7,92 dólares por paciente. Significa que regiões desenvolvidas chegam a investir de cinco a 10 vezes mais na assistência oncológica.

Para reduzir as desigualdades e barreiras no enfrentamento do câncer, fica evidente a necessidade de investir em ações globais de prevenção, principalmente em países pobres e em desenvolvimento. Em 2010, calcula-se que o custo global do câncer tenha alcançado US$ 1,16 trilhão, volume que considera não só o valor empregado na prevenção e tratamento da doença, mas também o custo humano, de vidas perdidas para o câncer. Quando se considera o impacto de longo prazo nas famílias, o custo anual do câncer chega globalmente a US$ 2,5 trilhão.
Information
Created 2016-04-26 14:18:18
Changed
Version
Size 161.84 KB
System
Downloads 146

Anelisa K. Coutinho, oncologista da clínica AMO, em Salvador, Bahia, e presidente do Grupo Brasileiro de Tumores Gastrointestinais (GTG), comenta com exclusividade para o Onconews os resultados da segunda parte do estudo de fase II CAPRI-GOIM, apresentados no Congresso Mundial de Câncer Gastrointestinal da ESMO, que aconteceu no mês de julho, em Barcelona. O CAPRI-GOIN avaliou o benefício da manutenção da droga anti-EGFR (Cetuximabe), após a progressão da primeira linha de tratamento com FOLFIRI+Cetuximabe.

Information
Created 2015-07-17 15:24:34
Changed
Version
Size 181.76 KB
System
Downloads 243

Em artigo exclusivo, o oncologista Igor Alexandre Protzner Morbeck, Professor de Medicina Interna da Universidade Católica de Brasília e Membro do Grupo Brasileiro de Tumores Urológicos analisa o cenário do tratamento em primeira e segunda linha do carcinoma de células renais metastático (CCRm) a partir da compreensão da sua patogênese em nível molecular, que levou à identificação de duas importantes vias que são alvos para uma intervenção terapêutica: a via do VEGF e a via da mTOR. Segundo o especialista, mesmo após alguns estudos tentarem identificar se a melhor sequência na progressão da doença seria um inibidor da tirosina-quinase (TKI) seguido de um inibidor da mTOR ou um inibidor da tirosina-quinase (TKI) seguido de outro TKI, a questão permanece controversa, especialmente no tratamento de segunda linha. A decisão deve levar em conta a tolerância prévia aos TKIs e potenciais toxicidades cumulativas.

Information
Created 2015-04-30 17:49:31
Changed
Version
Size 413.8 KB
System
Downloads 275
There is a great debate on the current model in the development of new drugs worldwide. Clinical requirements for efficacy and safety has become more rigid, year after year. This is reflected in the motivation of companies to research certain diseases, as well as rising development costs, which somehow will impact on the final cost of a given treatment. Regulators receive hundreds of new drug analysis requests annually and prioritizing is a challenging task, especially when the issue involves the benefit of a group of patients benefit over another. In fact, there are several initiatives to ensure that drugs with promising results reach the market more quickly, and the latest is a designation created by the FDA: Breakthrough Therapy Designation or BTD, which in free translation means Breakthrough Treatment Designation.
Information
Created 2015-03-09 02:26:34
Changed
Version
Size 1.06 MB
System
Downloads 391
Existe um grande debate sobre o modelo atual de desenvolvimento de novas drogas em todo o mundo. As exigências clínicas de eficácia e de segurança se tornam, ano a ano, mais rígidas. Isto se reflete na motivação das companhias em pesquisar determinadas doenças, assim como na elevação dos custos de desenvolvimento, que de alguma maneira vão impactar no custo final de determinado tratamento. André Fabre Ballalai Ferraz, consultor da IMS Health Brasil, analisa o cenário atual de desenvolvimento de novos medicamentos e mostra as saídas encontradas pelo FDA com o modelo de Breakthrough Therapy Designation ou BTD, que em tradução livre significa Designação de Tratamento de Ruptura. Que contribuição essa iniciativa pode trazer aos processos regulatórios da América Latina e, em particular, à regulação brasileira adotada pela Anvisa?
Information
Created 2015-02-23 01:25:52
Changed
Version
Size 862.45 KB
System
Downloads 633
Em setembro de 2014, a Anvisa reafirmou a norma que desde 2012 recomenda a proibição de 121 aditivos nos produtos derivados do tabaco, mas até agora a medida continua sem validade e aguarda a posição do Supremo Tribunal Federal (STF).

O uso de aditivos que conferem aroma e sabor aos produtos derivados do tabaco tem o objetivo de estimular a iniciação do fumo por crianças e jovens. O emprego dessas substâncias é um artifício para promover sabores e reduzir a aspereza da fumaça, tornando mais atraente e palatável a experiência com o tabaco. Substâncias como mentol, cravo, chocolate ou baunilha adicionadas ao tabaco ajudam a explicar porque 90% dos fumantes começam a fumar antes dos 19 anos. Para a OMS, o tabagismo é uma doença pediátrica.

Apesar da normativa da Anvisa e da recomendação de especialistas que argumentam contra o uso de aditivos, a pressão da indústria do tabaco acabou levando a decisão para o STF.

Especialistas do Centro de Estudos sobre Tabaco e Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) comentam o cenário atual sobre o uso de aditivos em produtos derivados do tabaco no Brasil.
Information
Created 2015-02-14 18:43:15
Changed
Version
Size 218.69 KB
System
Downloads 310
O presidente da Sociedade Brasileira de Urologia, Carlos Corradi, faz um balanço das ações promovidas no Novembro Azul e mostra o que avançou em 2014 nas políticas de saúde do homem. Entre as vitórias, ele aponta a aprovação e sanção do Projeto de Lei 34/2005, que obriga todas as unidades de saúde da rede pública a realizar o exame de detecção precoce do câncer de próstata, sempre que o procedimento for considerado necessário pelo médico. 
Information
Created 2014-12-12 16:09:13
Changed
Version
Size 333.58 KB
System
Downloads 316
O consultor da IMS Health Brasil, André Fabre Ballalai Ferraz, comenta a tendência da imunoterapia, que promete ser uma revolução no tratamento de diversos tipos de câncer, e seu impacto no mercado, com grandes investimentos para o desenvolvimento dessas moléculas e novas parcerias entre as big pharmas. 
Information
Created 2014-11-17 11:19:31
Changed 2014-11-17 09:26:16
Version
Size 141.01 KB
System
Downloads 606
Enrico De Vettori, sócio da área de Life Science e Healthcare da Deloitte, analisa o complexo cenário da oncologia em um contexto de profundas transformações e diz que a garantia de acesso rápido e a qualidade no tratamento oncológico são as medidas mais eficientes para evitar a judicialização em saúde.
Information
Created 2014-11-07 12:04:47
Changed
Version
Size 374.34 KB
System
Downloads 568
Publicidade
AD_Pfizer_2017_ 300x250px.jpg
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
AD_sanofi_300x250.JPG
Publicidade
banner logo astellas 300x250
Publicidade
banner_assine_300x250.jpg