21082017Seg
AtualizadoDom, 20 Ago 2017 10pm

banner_freud_adv_468x60.jpg


Terapia de conservação da mama tem impacto na sobrevida

Zucca_NET_OK.jpgO mastologista Gustavo Zucca-Matthes (foto), coordenador do Departamento de Mastologia/Reconstrução Mamária do Hospital de Câncer de Barretos, comenta os resultados de dois estudos apresentados no San Antonio Breast Cancer Symposium. Um deles demonstrou que a terapia de conservação da mama obteve melhores resultados do que a mastectomia em pacientes com câncer de mama inicial. O outro mostrou que mastectomias associadas a reconstruções imediatas apresentam custos e taxas de complicações mais elevadas.

SABCS 2015: Capecitabina no câncer de mama após quimioterapia neoadjuvante

Toi_Masakazu_NET_OK.jpgO tratamento com a quimioterapia capecitabina aumentou a sobrevida livre de doença para mulheres com câncer de mama HER2-negativo que não foi eliminado pela quimioterapia neoadjuvante, de acordo com resultados do estudo clínico de fase III CREATE-X, apresentado por Masakazu Toi (foto), professor no Hospital Universitário de Kyoto, Japão, fundador e diretor sênior do Japan Breast Cancer Research Group (JBCRG).

Mastectomia associada à reconstrução tem maiores taxas de complicação e custos

Smith_Benjamin_NET_OK.jpgEntre as várias opções terapêuticas disponíveis para mulheres com câncer de mama em estadio inicial nos Estados Unidos, a mastectomia mais reconstrução tiveram as maiores taxas de complicação e custos associados, afirmou Benjamin D. Smith (foto), do MD Anderson Cancer Center, durante apresentação no 2015 San Antonio Breast Cancer Symposium.


Publicidade
AD_Pfizer_2017_ 300x250px.jpg
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
AD_sanofi_300x250.JPG
Publicidade
banner logo astellas 300x250
Publicidade
banner_assine_300x250.jpg