23092018Dom
AtualizadoSex, 21 Set 2018 5am

PUBLICIDADE
banner pfizer instuc 2018 468x60px

Imunoterapia em câncer de pulmão

G_Werutzky.jpgGustavo Werutski (foto), do Grupo Brasileiro de Oncologia Torácica (GBOT) aponta, em vídeo, os estudos em câncer de pulmão que estiveram entre os destaques do ECC/ESMO 2015. Os estudos POPLAR e BIRCH demonstraram a superioridade do anti PD-L1 atezolizumab frente à quimioterapia padrão de segunda linha. 


Nova opção de imunoterapia em câncer de pulmão

CancroPulmao.jpgOs resultados dos estudos POPLAR e BIRCH, que durante o congresso de câncer europeu apresentaram os primeiros dados de eficácia do atezolizumab, provocaram entusiasmo em Viena. Martin Reck, chefe do serviço de Oncologia Torácica do Hospital Grosshansdorf, Alemanha, qualificou de “notáveis” os resultados iniciais.

CHECKMATE 057: imunoterapia em câncer de pulmão é destaque na ESMO 2015

BALANCO_PULMAO_horiz_bx.jpgResultados recentes do estudo CheckMate 057 apresentados na ESMO confirmaram  que o anti PD-1 nivolumab melhorou a  sobrevida de pacientes com câncer de pulmão não pequenas células não escamosas que progrediram à quimioterapia baseada em platina. Os dados do estudo de Fase III foram publicados simultaneamente no New England Journal of Medicine e mostram que, em 12 meses, mais pacientes estavam vivos no braço tratado com nivolumab em comparação com docetaxel (51% versus 39%). A diferença permaneceu na análise em 18 meses de seguimento (39% para nivolumab vs 23% para docetaxel).


Publicidade
Publicidade
Publicidade
banner Sanofi 2017 300x250
Publicidade
banner astellas2018 v1
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
banner logoBMS 2018 300x250