21082017Seg
AtualizadoDom, 20 Ago 2017 10pm

banner_freud_adv_468x60.jpg


Quimioterapia seguida de radioterapia estereotáxica ablativa (REA) pode ser opção de tratamento promissora para pacientes com câncer de pâncreas avançado

chemotherapy_99_P__ncreas_NET_OK.jpgPara pacientes com câncer de pâncreas localmente avançado, a combinação de quimioterapia e radioterapia estereotáxica ablativa (REA) pode ser uma opção de tratamento promissora, em última análise, o que lhes permite passar por uma cirurgia, de acordo com a pesquisa apresentada na 56ª ASTRO. 

Tratamentos agressivos mostram aumento de sobrevida no câncer de pulmão de baixo risco

Nota4_ESTRO_Radiotherapy_1_NET_OK.jpgUma pesquisa apresentada no 56ª Congresso da ASTRO realizou uma grande análise internacional de pacientes com estadio IV de câncer de pulmão não-pequenas células (CPNPC). Os resultados indicam que a taxa de sobrevida global (SG) de um paciente pode estar relacionada a fatores como o momento em que as metástases se desenvolvem e o envolvimento de gânglios linfáticos, e que o tratamento agressivo para os pacientes de baixo risco leva a uma taxa de sobrevida em cinco anos de 47,8%.

56ª ASTRO mostra os destaques da radioterapia

AM14_banner_548x152_NET_OK.jpgA 56ª reunião anual da American Society for Radioation Oncology (ASTRO) apresenta no Moscone Center, em San Francisco, os resultados dos 2.874 estudos e ensaios clínicos realizados em todo o mundo. A edição deste ano conta com cerca de 11 mil participantes e traz na programação científica 360 apresentações orais, 1.862 posters e mais de 50 sessões educacionais. Acompanhe os principais destaque desta 56ª ASTRO.


Publicidade
AD_Pfizer_2017_ 300x250px.jpg
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
AD_sanofi_300x250.JPG
Publicidade
banner logo astellas 300x250
Publicidade
banner_assine_300x250.jpg