20112018Ter
AtualizadoTer, 20 Nov 2018 1am

PUBLICIDADE
banner pfizer instuc 2018 468x60px

ESMO 2018

Quimiorradioterapia pós 18.FDG PET/CT no câncer de cabeça e pescoço

ULISSES ESMO POSTER NET OKEstudo do A.C.Camargo Cancer Center avalia o impacto da incorporação do estadiamento com 18.FDG-PET/CT , associado a nova avaliação por 18.FDG-PET/CT pós- quimioradioterapia (CRT) em pacientes com carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço localmente avançado, estádios III-IVA/B de acordo com a 7ª edição do AJCC, tratados na instituição. O trabalho foi apresentado pelo oncologista Ulisses Ribaldo Nicolau (foto) na sessão de pôster do Congresso ESMO 2018.

Pacientes com carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço localmente avançado submetidos à quimioterapia de indução (IC) com regime contendo triplets de taxano/platina/FU seguido de quimioradioterapia concomitante foram avaliados prospectivamente como parte do estudo PET/CT do A. C. Camargo Cancer Center. Os pacientes foram submetidos a três 18.FDG-PET / CT: o primeiro no baseline, o segundo após ciclo-1 de quimioterapia de indução; e o terceiro em 10 a 12 semanas após a conclusão da CRT. O objetivo primário foi a avaliação precoce da resposta tumoral após a realização do ciclo-1 de 18FDGPET/CT, e que foi reportado em publicação de agosto de 2018 (August 16, 2018 - https://doi.org/10.1371/journal.pone.0200823). No pôster, os pesquisadores relataram mudanças no estadiamento clínico, radioterapia e manejo cirúrgico gerado por PET-TCs no baseline (pré-tratamento) e pós-terapia.

Resultados

Entre fevereiro de 2010 e julho de 2013, 49 pacientes (41 orofaringe, 4 hipofaringe e 4 laringe) foram recrutados. Upstaging nos gânglios linfáticos do pescoço foram registrados em 6 casos (12,2%): N0 a N1 em 2, N1 a N2b em 1, N1 a N2c em 1, N2a a N2c em 1, N2b a N2c em 1. Um paciente com tumorN3 unilateral demonstrou doença linfonodal bilateral. Downstaging N1 para N0 foi registrado em 2 pacientes. Suspeita de doença metastática à distância foi registrada em dois casos (um pulmão e um ósseo).

O tumor oculto primário foi identificado em três pacientes, e tumor colorretal sincrônico foi diagnosticado em um caso. Mudanças no planejamento da radioterapia foram geradas pela detecção de novos linfonodos metastáticos regionais ou identificação de tumor primário em 10 pacientes (20,4%). A realização do 18.FDG PET/CT pós radioterapia foi capaz de detectar doença linfonodal residual e doença primária residual em três e um pacientes, respectivamente.

“Nossos achados confirmam a utilidade clínica da realização pré e pós quimioradioterapia de 18.FDG PET/CT em pacientes portadores de carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço localmente avançado.

Identificação do ensaio clínico: BrazilianClinicalTrial Registry - ReBEC - RBR-9wwstd.

Referência:  1099P Potential clinical management changes in patients harboring locally advanced squamous-cell carcinoma of head and neck by incorporating pre and post chemoradiotherapy 18.FDG PET/CT: A prospective trial - U.R. Nicolau, A.C.M.D. Queiroz, T. Felismino, E.P.N. Lima, V.H.F. Jesus, L. Cezana, M.S. Alves, A.C.A. Pellizzon, P.N. Pinto, G.M. Porto, G.B. Carvalho, C.A.L. Pinto, V.S.E. Silva, A.P. Guimarães, T.B. Oliveira, M.K. Ikeda, T.F. Paiva Jr, P.C. Bes, L.P. Kowalski - A.C. Camargo Cancer Center, São Paulo, Brazil

Publicidade
Publicidade
banner Sanofi 2017 300x250
Publicidade
banner astellas2018 v1
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
Merck 300x250 2018
Publicidade
banner logoBMS 2018 300x250
Publicidade
ad lilly 300X250px
Publicidade
banner abbvie2018 300X250p