15122018Sáb
AtualizadoQui, 13 Dez 2018 4pm

PUBLICIDADE
banner pfizer instuc 2018 468x60px

ASH 2018

Rastreamento genético rápido mostra viabilidade da medicina de precisão para leucemia mieloide aguda

Amy Burd ASH2018 NET OKUm novo estudo apresentado na ASH 2018 demonstrou a viabilidade e utilidade de determinar qual o subtipo molecular de leucemia mieloide aguda (LMA) do paciente antes de iniciar o tratamento e usar essa informação para escolher a abordagem direcionada. Os resultados apresentados por Amy Burd (foto), principal autora do estudo e vice-presidente de estratégia de pesquisa na The Leukemia & Lymphoma Society, mostram que o uso da medicina de precisão é possível mesmo para pacientes com câncer hematológico que precisam ser tratados com urgência.

“Nos últimos anos, tem havido esforços para melhorar o tratamento padrão para a LMA, que não avançou significativamente em cerca de quatro décadas. Muitas novas terapias experimentais têm como alvo subtipos específicos da doença. Portanto, a capacidade de determinar o subtipo de LMA de um paciente é crucial para obter todos os benefícios dessas terapias”, disse Amy.

Como a LMA progride rapidamente, o tratamento geralmente é iniciado no dia do diagnóstico e os médicos relutam em esperar as duas ou três semanas que normalmente leva para a análise genômica. Isso deixa os médicos com pouco tempo para aprender qual subtipo de LMA o paciente tem. Assim, na prática atual, todos os pacientes recebem o mesmo tratamento.

No estudo colaborativo, multi-braço, multicêntrico Beat AML, os pesquisadores demonstram a capacidade de determinar o subtipo de LMA baseado na análise genética de amostras de sangue em sete dias ou menos. Os resultados sugerem que a triagem genética rápida poderá em breve ser parte integrante do diagnóstico de LMA, ajudando a direcionar cada paciente para a terapia mais adequada para sua doença específica.

Os resultados relatados incluem dados de 365 pacientes com mais de 60 anos com suspeita ou confirmação de LMA que se inscreveram no estudo entre 2016 e 2018. Os pesquisadores aplicaram três técnicas de análise genética - citogenética, reação em cadeia da polimerase (PCR) e sequenciamento de próxima geração - a amostras de pacientes para criar um perfil genético da doença de cada paciente. Sessenta e seis pacientes foram removidos do estudo porque mostraram não ter LMA após análise laboratorial.

Até o momento, 146 pacientes continuaram na segunda fase do estudo, tratados em um ensaio clínico para terapias de LMA experimentais visando seu subtipo de doença. Os demais pacientes não continuaram na segunda fase do estudo por uma variedade de razões, incluindo a escolha da terapia padrão de LMA após o perfil molecular, inscrição em um estudo diferente ou decisão de não seguir a terapia. A espera de alguns dias para iniciar a terapia após o diagnóstico também deu aos pacientes tempo para tomar decisões informadas sobre sua terapia, algo que a primeira abordagem não permitia. "Isso apoia uma abordagem centrada no paciente", disse Burd.

Concebido para incorporar novas terapias experimentais à medida que são desenvolvidas, o estudo iniciou com três braços de tratamento, e cresceu para incluir 11 braços para testar terapias desenvolvidas por sete empresas farmacêuticas diferentes. Os resultados iniciais de alguns desses estudos sugerem que os pacientes se beneficiam de terapias especificamente escolhidas com base em seu subtipo de doença individual.

"Acredito que o futuro do tratamento para LMA incluirá triagem no local de atendimento para determinar o tipo da doença e orientar a decisão de tratamento com base nessas informações", disse Burd. “Ser capaz de fazer triagem genética de forma rápida e eficiente é fundamental para tomar uma decisão para esse paciente dentro de sete dias. Este estudo demonstra que a abordagem da medicina de precisão é viável e eficaz”, concluiu.

Referência:Initial Report of the Beat AML Umbrella Study for Previously Untreated AML: Evidence of Feasibility and Early Success in Molecularly Driven Phase 1 and 2 Studies [559] - Amy Burd et al

Publicidade
ad lilly 300X250px
Publicidade
Publicidade
banner Sanofi 2017 300x250
Publicidade
banner astellas2018 v1
Publicidade
banner_janssen2016_300x250_v2.jpg
Publicidade
Merck 300x250 2018
Publicidade
banner logoBMS 2018 300x250
Publicidade
banner abbvie2018 300X250p